Turismos Rurais e Hotéis

Politécnico de Bragança comprou um antigo hotel para o transformar numa residência

A unidade hoteleira no coração de Mirandela estava fechada há 10 anos e foi adquirida por 1,15 milhões de euros.
Vai ser uma residência de estudantes.

O hotel Mira-Tua, situado no coração da cidade de Mirandela, fechou portas em 2013. Agora, volvidos dez anos, está prestes a ganhar uma nova vida. Após um longo processo burocrático, o imóvel foi comprado pelo Instituto Politécnico de Bragança (IPB) por 1,15 milhões de euros.

A escritura foi assinada a 7 de dezembro e o próximo passo é transformar o empreendimento numa residência para os estudantes da Escola Superior de Comunicação, Administração e Turismo, com 62 camas. “Um dos objetivos é trazer os nossos alunos para o centro e provocar uma maior interação entre os estudantes e a cidade”, revelou o presidente do IPB, Orlando Rodrigues, aquo citado pela SIC Notícias.

Além desta requalificação, está prevista ainda a construção de uma infraestrutura semelhante em Mirandela (no campus do IPB), com mais 120 camas. “Temos aqui cerca de dois mil alunos e não temos nenhuma residência para estudantes, o que é uma falha grave. Finalmente, estamos a iniciar a resolução do problema com a aquisição deste hotel e respetivas obras”, disse.

No total, estão previstas mais duas novas construções (em Bragança e Chaves, Vila Real), para acomodar os alunos que frequentam o instituto. O objetivo é do aumentar a capacidade de alojamento de 350 para 850 camas.

O presidente do IPB adiantou que as obras vão seguir agora para concurso público, sendo que a conclusão está prevista para 2025, implicando um investimento total de cinco milhões de euros. “Nos próximos dias contamos adjudicar a empreitada da nova residência, entretanto vamos lançar agora o concurso e dentro de dois meses deverá estar tudo pronto para fazer a adjudicação”, adiantou o responsável.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT