Turismos Rurais e Hotéis

Romeira: a casa secular que se transformou num alojamento ideal para grupos

A propriedade a 18 quilómetros de Viana do Castelo é um refúgio perfeito para quem gosta de tranquilidade.
Um ótimo refúgio.

A Casa da Romeira, em Freixieiro de Soutelo (uma freguesia a 18 quilómetros de Viana do Castelo), tem muito para contar: 100 anos de histórias, para sermos exatos. Pertencia a uma família com quatro filhos. “Uma vizinha minha morou lá há 90 anos e contou-me tudo”, conta Ana Gonçalves, a atual proprietária, à NiT.

O herdeiro do edifício vivia em Lisboa, mas costumava regressar à cidade natal durante as férias. Quando envelheceu, acabou por vendê-la a um fotógrafo da região, mas este teve de a hipotecar passado algum tempo. “Esteve abandonada durante duas décadas, comprei-a no ano passado”, explica.

As obras de transformação da propriedade em alojamento arrancaram pouco depois e prolongaram-se por quase 12 meses. O objetivo de Ana era preservar e não refazer só porque sim. “Mantivemos tudo o que era estrutural, como a pedra. O exterior também ficou igual, mas mudámos toda a parte elétrica, canalização e revestimentos, para garantirmos que os hóspedes estariam confortáveis, visto que esta é uma zona muito húmida e, no verão, extremamente quente”, descreve.

Onde antes havia uma lareira, construiu um recuperador de calor. As portadas e os portões continuam com um aspeto mais tradicional, mas também esses foram reabilitados. “Quisemos guardar a história da Casa da Romeira”, realça a empreendedora de 45 anos que, paralelamente a este projeto, trabalha na área do marketing — embora seja formada em economia.

Recuperar edifícios não é nada de novo para ela, que contou com a ajuda do marido. Em 2019, o casal já tinha dado uma nova vida a um espaço lá perto, em Afife. “Sentimos esta necessidade de nos afastarmos da azáfama da cidade. Estivemos lá três semanas durante as férias, mas acabámos por vendê-la. Queríamos mantê-la em alojamento local, mas não tínhamos condições para o fazer”, lamenta.

Ambos consideram o Minho um refúgio. Têm dois filhos e querem que cresçam com a natureza à volta, para conseguirem “desligar os tablets e ecrãs”. Quem ali entra é recebido por “um jardim mágico” com carvalhos e sobreiros com 20, 30 e 50 anos. “Ficamos logo completamente isolados”, destaca Ana. Um trampolim, uma piscina aquecida, um grelhador e um forno a lenha são outros dos atributos da zona exterior.

Passando para a parte de dentro, tem cinco quartos, sendo três deles suites. Para que ninguém seja excluído em qualquer momento do dia, a cozinha e a sala são abertas. Ali podem ficar hospedadas até dez pessoas. “A decoração é muito confortável, simples e com linhas clean. Traz muito a tranquilidade do espaço à volta”, garante.

Caso queira partir à descoberta de Viana do Castelo, também há muito para fazer. A cerca de cinco minutos encontra um rio e muitos trails por onde pode caminhar. À mesma distância está a Praia de Vila Praia de Âncora. Passeios a cavalo e cascatas são outras das atrações e atividades nas redondezas.

Nos primeiros meses após a inauguração (a chamada época baixa), uma noite na Casa da Romeira — alugada na totalidade — vai custar cerca de 400€. Durante o verão, o valor sobe para 500€.

Carregue na galeria e veja mais imagens do novo alojamento no Minho perfeito para grupos.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua da Romeira 122

    4925-366 Viana do Castelo
ESTILO
alojamento local
AMBIENTE
rural

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT