Turismos Rurais e Hotéis

Sóis Montejunto: o novo glamping com domos geodésicos a 50 minutos de Lisboa

O empreendimento turístico abriu dia 2 de setembro, na Serra de Montejunto. Também tem piscina, sauna e jacuzzi.
Tem vista para a serra.

A moda dos glampings chegou em força a Portugal e parece que veio para ficar. Terrenos outrora abandonados e sem qualquer uso, renasceram como campismos de luxo que atraem milhares de pessoas. Na Serra de Montejunto, no concelho de Alenquer, acabou de nascer um novo glamping de sonho para quem procura fugir ao stress citadino — mas sem se afastar muito da capital.

Situado a cerca de 50 minutos de Lisboa, o Sóis Montejunto Eco Lodge abriu no dia 2 de setembro, sexta-feira, e está rodeado por uma paisagem idílica composta por vinhas e moinhos de vento, mesmo no sopé da Paisagem Protegida da Serra de Montejunto. Um cenário único que conquista todos os que por lá passam. E foi precisamente por esse motivo que quatro investidores estrangeiros se juntaram com o intuito de ali criar um alojamento diferente.

“Quando vieram para Portugal começaram a explorar as regiões aqui à volta e foi o ciclismo, uma atividade que gostam de praticar, que os levou a conhecer Montejunto. Quando passaram por essa estrada ficaram deslumbrados e pensaram em fazer um alojamento que marcasse pela diferença”, começa por contar à NiT Neide Pereira, responsável pelo glamping.

O projeto já estava a ser pensado desde 2019 e, ao longo de dois anos, foram comprando vários terrenos até conseguirem espaço suficiente para instalar o Sóis Montejunto Eco Lodge. “Eram terrenos de vinhas, que depois foram arrancadas com o início das obras. Entretanto, já temos mais de 100 espécies plantadas, porque o nosso objetivo também é tornar a biodiversidade mais rica e proteger a área”, explica.

Neste momento, está concluída a primeira de três fases e o glamping abriu aos hóspedes com oito domos geodésicos — quatro para famílias e os outros quatro para casais — que estão interligados por passadiços de madeira. O Sóis Montejunto tem capacidade para acomodar até 24 pessoas, sendo que o plano é ir aumentando as unidades de alojamento: numa segunda fase, aumentar para 15 domos, até chegarem aos 20.

Os quatro domos familiares são compostos por uma cama de casal e um beliche e podem alojar até quatro pessoas, enquanto que os duplos têm capacidade para acolher duas pessoas. Todos eles têm cama de casal queen size, cozinha equipada, casa de banho e, o mais importante, varanda com vista privilegiada para a serra.

Além do conforto existente nos interior, os hóspedes têm acesso total às várias áreas comuns do glamping, como a receção, a sala de estar, a piscina, o bar, a loja de produtos locais, a sauna, e o jacuzzi. O Sóis Montejunto tem ainda à disposição um domo onde irão decorrer inúmeras atividades, desde aulas de ioga a massagens relaxantes ou até mesmo eventos de team building e workshops.

Para uma experiência ainda mais completa, o novo “campismo de luxo” proporciona um conjunto de atividades ao ar livre que “aliam a beleza natural da região e a cultura das comunidades locais”. Durante a sua estadia pode, por exemplo, praticar ciclismo nas imediações, tendo em conta que existem vários percursos que são percorridos anualmente por profissionais e amantes da modalidade. Os hóspedes podem alugar bicicletas no espaço e, caso prefiram, fazer um passeio deslumbrante guiado por um dos parceiros do Sóis Montejunto.

Para quem prefere experiências mais radicais, pode sempre aventurar-se pelos trilhos da serra com uma bicicleta BTT, fazer escalada ou corridas de trail. O que não faltam são opções para colocar a forma física à prova, mas também há atividades mais tranquilas, como uma caminhada pelos diversos trilhos existentes na área, que pode ser realizada com ou sem guia. 

A estas atividades juntam-se ainda outras experiências, como passar uma manhã com um pastor, provar os saborosos queijos da região, visitar os moinhos de vento e aproveitar para observar a moagem dos cereais que resultam na produção de pão. Por estarem situados numa zona vinícola, também é possível partir à descoberta das vinhas.

As reservas para ficar hospedado no Sóis Montejunto Eco Lodge podem ser feitas online. O preço da estadia variam consoante a época, mas ronda os 100€ e os 200€.

De seguida, carregue na galeria para ficar a conhecer melhor o novo glamping do País.

 

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Caminho do Fole
    2580-438 Alenquer
ESTILO
glamping
PREÇO MÉDIO
Entre 100€ e 200€
AMBIENTE
serra

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT