Turismos Rurais e Hotéis

Sublim’Ecolodge: o glamping no Alentejo com uma piscina de contentores com 24 metros

Os hóspedes jantam com os proprietários numa enorme mesa de 24 lugares. A comida é caseira e o jantar é sempre uma surpresa.
A piscina tem 24 metros. Fotografia: @horacio.gram.

Passar uma noite tranquila no meio da natureza é, provavelmente, uma das melhores coisas da vida. Se for numa das tendas do Sublim’Ecolodge, o primeiro glamping ecológico da costa alentejana, melhor ainda.

Este paraíso criado pelo casal Manuel da Silva e Hélène Dubon, ambos de 57 anos, fica na freguesia de Abela, entre a Comporta e a Costa Vicentina. O português foi viver para França quando tinha apenas cinco anos e regressou ao País há cerca de uma década com a mulher, com o objetivo de “viver em harmonia no Alentejo”.

“Compramos um terreno com uma ruína e tratamos de a reconstruir. Antigamente ninguém queria esses terrenos. Fizemos um primeiro bungalow para a mãe de Hélène, que sofria de Alzheimer e ficou connosco até falecer”, conta à NiT o proprietário. Mais tarde decidiram arranjar o bungalow para receberem outras pessoas e os elogios não paravam de chegar. 

A ideia original nunca foi abrir um glamping, mas o destino assim o quis. A dificuldade em encontrarem trabalho aliada ao sucesso do primeiro bungalow, levou o casal a comprar o terreno vizinho. Construíram o Sublim’Ecolodge com as próprias mãos, com a ajuda do filho. “Estamos longe de tudo e antigamente este era o único sítio onde havia um poço com água, por isso, todas as famílias das imediações vinham ao nosso terreno buscar água. Já existia esse espírito de partilha, por, multiplicámos essa energia e criámos o Sublime”, explica. 

Nunca tinham trabalhado na área do turismo, mas o primeiro projeto não podia ter corrido melhor. Aberto desde 2018, o Sublim’Ecolodge é “uma ideia simples”, composto por sete tendas saharianas, ou seja, semelhantes às que se encontram no Deserto do Saara, em Marrocos.

Todas têm uma cama de casal e podem receber até dois hóspedes. Estão equipadas com uma casa de banho e um terraço privados de 45 metros quadrados, que oferecem uma experiência de luxo na intimidade da paisagem do Alentejo.

As tendas não têm cozinha nem qualquer tipo de equipamento para preparar refeições por um único motivo: os proprietários recebem os hóspedes na própria casa, onde todos se juntam para fazerem as refeições à mesa que tem 24 lugares. O jantar é sempre uma surpresa —as refeições são preparadas consoante os ingredientes frescos e biológicos que o chef compra diariamente.

“O ambiente familiar e divertido que se vive à mesa dos proprietários reflete-se em momentos de puro prazer”, destacam. Esta não é, no entanto, a única experiência incomum que o alojamento oferece.

Com um conceito completamente inovador em Portugal, o Sublim’Ecolodge conta com uma piscina de 24 metros feita com dois contentores marítimos. “Tínhamos um budget apertado para construir o glamping eo objetivo era encontrar uma maneira de fazer uma piscina grande sem gastar muito dinheiro. A partir desta premissa surgiu a ideia dos contentores — e as pessoas adoram”, explica Manuel da Silva. 

À frente da piscina construíram ainda uma pequena praia de areia branca, com três espreguiçadeiras onde é possível relaxar nos dias de calor. O glamping conta ainda com um rooftop com uma vista panorâmica, ideal para ver o pôr do sol, um bar, uma mesa de ping-pong e uma área onde pode treinar boxe, musculação e muay thai.

“Antes de criarmos este espaço estivemos um ano para a Tailândia a praticar muay thai. E continuamos a praticar todos os dias”, explica o responsável. Os preços por noite numa destas tendas começam nos 60€. 

De seguida, carregue na galeria para ficar a conhecer melhor o Sublim’Ecolodge.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    7540-011 Santiago do Cacém
ESTILO
glamping
PREÇO MÉDIO
Entre 50€ e 100€
AMBIENTE
rural

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT