Turismos Rurais e Hotéis

Uma escapadinha literária: este quarto rodeado de livros fica a 40 minutos de Lisboa

Num antigo convento nasceu o The Literary Man, mais um capítulo dedicado às letras na vila de Óbidos. Conheça esta sugestão NiT.
Uma escapadinha bem literária.

Nas últimas duas décadas, a vila de Óbidos tornou-se um must see português. De feiras medievais ao festival internacional de Chocolate, há cada vez mais desculpas para visitar a vila que se mantém orgulhosa entre as muralhas do castelo. Mas há algo que Óbidos tem tornado cada vez mais seu: a ligação às letras.

O Folio, o festival literário internacional de Óbidos, já encontrou um lugar especial entre o circuito de letras, juntando leitores e autores no mesmo espaço. Porém, está longe de ser o único elo de ligação à literatura por ali.

Há por Óbidos uma considerável concentração de livrarias, onde encontra novidades mas também algumas preciosidades, como livros em segunda mão. O destaque vai para a antiga Igreja de São Tiago, que a Ler Devagar transformou num local de culto — para leitores. Como não poderia deixar de ser, havia ali margem para um sítio onde dormir que refletisse este carinho pelas letras.

É a uma centena de metros da entrada lateral das muralhas que um antigo convento do século XVIII deu lugar a um hotel. Em 1965, chamaram-lhe Estalagem do Convento em 1965. Desde 2016 que é ali que se encontra o The Literary Man.

As letras na fachada são relativamente discretas. Vale a pena recuperar a velhinha expressão de “não se deve julgar um livro pela capa”. Quando entramos, um dos primeiros destaques vai para a sala que combina algo de confortável e sumptuoso.

É ali que vai poder tomar o pequeno-almoço mas à noite, na hora de beber um copo, garantimos que é o tipo de lugar em que vai querer decidir bem na hora de escolher um copo. É certo que muitos grandes escritores se perderam para o álcool mas há bebidas que, da poesia à literatura, se eternizaram nas letras. Talvez valha a pena escolher a sua bebida em função de um escritor que admire.

O hotel tem vários livros distribuídos por todas as áreas, bem como um restaurante, um bar de gin e um salão com uma lareira antiga. Mas é ainda na receção que vai perceber que acabou de encontrar um paraíso de livros. As poucas dezenas de metros até ao seu quarto são daqueles que percursos que podem demorar mais tempo do que imagina.

As estantes com livros prolongam-se, despertando aquela vontade de ver com calma o que há por ali. Algumas das prateleiras são um delicioso caos. Entre um dicionário e um livro de literatura cor de rosa, há-de encontrar um Charles Dickens. Há livros em português, inglês, francês, espanhol e certamente mais línguas. É uma dinâmica muito própria do hotel, não apenas em Portugal mas na Europa.

Se é daquelas pessoas que na hora de fazerem as malas perde sempre algum tempo a escolher que livro levar, para esta escapadinha experimente outra estratégia: não leve nada. E quando lá chegar leve o seu tempo a escolher a sua companhia literária no quarto. Entre as dezenas de milhares de livros ali expostos há-de certamente encontrar algum que lhe desperte a curiosidade. O espaço é tranquilo e com recantos. E mesmo que se esqueça de levar algum livro no caminho até ao quarto, certamente terá lá dentro algum livro à sua espera.

Com 30 quartos disponíveis, o The Literary Man encontrou a combinação certa entre uma decoração tradicional e uma oferta eco-chic, com quartos desenhados em materiais reutilizados. Há sustentabilidade e bom gosto, não se perdendo em nada o conforto.

Há quartos a partir de 85€ por noite, com pequeno-almoço incluído. Os quartos em modo eco-chic, com camas baixas, ocupam a antiga ala das celas das freiras. Tem também suites na parte antiga do convento, um pouco maiores e que incluem varanda, além de suites na ala superior das celas, com camas de ferro e perfeitas para quem procura uma decoração mais tradicional.

As reservas podem ser feitas online ou através do número de telefone 262 959 217. E não diga que foi da nossa parte, mas há uma pequena tradição para os hóspedes. Não se acanhe e na hora de fazer o check-out pergunte se pode levar um dos livros de bolso em exposição. É mais uma oportunidade para voltar a perder-se naqueles corredores de livros, tudo para sair de lá com um souvenir que presta tributo ao lugar — e às letras.

Carregue na galeria e descubra mais algumas imagens do The Literary Man.

FICHA TÉCNICA

ESTILO
hotel
PREÇO MÉDIO
Entre 100€ e 200€
AMBIENTE
familiar

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT