Viagens

A aldeia com 50 habitantes que foi considerada uma das mais bonitas de Espanha

Várias construções seculares ainda se mantêm de pé, em todo o seu esplendor. É pacata mas ganha uma nova vida no fim de agosto.
A Ponte de Deus torna-a única.

Mesmo aqui ao lado, em Espanha, encontramos uma pequena aldeia que, segundo os poucos mais de 50 habitantes, é uma verdadeira obra prima. A beleza que os conterrâneos viam há décadas foi finalmente valorizada pela Associação das Aldeias Mais Bonitas de Espanha, uma das listas mais importantes do turismo espanhol. Nasceu em 2011 e conta atualmente com 105 localidades.

Para poderem receber esta prestigiada honra, as localidades candidatas têm de corresponder a mais de 40 padrões, entre eles o cuidado com o património, a harmonia do município, a limpeza, a conservação dos edifícios, circulação de veículos, o cuidado para com as zonas verdes, a atividade cultural programada, a atenção dada às tradições, entre várias outras. Puentedey, em Burgos, ficou tudo menos aquém das expectativas, sendo a única entre 22 concorrentes a entrar na lista.

“O nível de exigência para poder fazer parte da associação é altíssimo, o nosso objetivo é mostrar a qualidade das nossas aldeias e não a quantidade. Queremos despertar emoções nos visitantes e isso só se consegue com uma comunidade harmoniosa, com um património material bem cuidado e um imaterial de alta qualidade”, afirma Francisco Mestre, o presidente da Associação das Aldeias Mais Bonitas de Espanha, em comunicado. “Quero dar as boas vindas a Puentedey, que nos últimos anos tem melhorado as infraestruturas para poderem fazer parte da nossa rede, e finalmente foram aceites”, acrescenta.

A pequena povoação fica situada sobre uma ponte natural de pedra esculpida pelo rio Nela durante os últimos 90 milhões de anos. Os habitantes encarregaram-se de transmitir de geração em geração a ideia de que aquela ponte é, na verdade, um desenho criado por Deus, nascendo assim o nome da Ponte de Deus.

A igreja de San Pelayo é um dos monumentos a visitar.

O que visitar

As ruas serão provavelmente o ponto de destaque de uma passagem por Puentedey. Quando as percorremos sentimos que estamos a voltar atrás no tempo, devido às casas seculares e bem preservadas — exemplos perfeitos da arquitetura que nasce em toda a comarca de Las Merindades, região onde a aldeia se ergue.

Seguindo os rústicos caminhos de pedra, e passando pela ponte que é o coração da localidade, chegamos à igreja de San Pelayo, situada no ponto mais alto do território e que resume a essência da evolução arquitetónica verificada à volta da Europa. Esta construção romana — mas com vários elementos góticos — conta com uma nave de calcário e capelas laterais, uma abside retangular e na base da abóboda vemos uma emposta decorada com um padrão axadrezado.

A Condé Nast espanhola destaca também o Palácio Fernández de Brizuela, construído entre os séculos XV e XVI, com um design que o assemelha às fortificações dos castelos.

Por ali, também encontrará espalhados vários elementos típicos de uma aldeia afastada das enormes cidades. Para que conseguir entrar na lista da Associação das Aldeias Mais Bonitas de Espanha, a freguesia mandou reabilitar o moinho e um enorme forno de pão, que antigamente era a estrela aos olhos da população (mas que foi caindo em desuso). Também começaram a investir mais no turismo, criando uma zona de estacionamento para caravanas nos arredores de Puentedey, bem como um miradouro que oferece uma vista panorâmica diferente sobre todo o conjunto de casas e monumentos — e do rio que ali flui.

A paz constante que lá se sente acaba por ser posta em pausa nos finais de agosto, altura em que se celebra a festa da Cucaña. Durante a mesma, os habitantes e visitantes competem para capturarem uma bandeira colocada no topo de um poste, com a intenção de serem coroados reis ou rainhas da celebração. Claro que este momento em que todos se tornam miúdos novamente é acompanhado pelo famoso pão que é feito ali, vários doces e pela morcela e queijo de Burgos.

Onde ficar

Para preservar a beleza história da aldeia não foram construídos quaisquer hotéis dentro dos limites de Puentedey. No entanto, a NiT encontrou um alojamento bastante perto da mesma — uma viagem de carro de apenas 20 minutos. Tal como o ambiente vivido na aldeola, também o hotel preza pelo aspeto mais rústico. Uma noite custa desde 49€.

Infelizmente não existem viagens que liguem Lisboa ao aeroporto de Burgos. Logo, a melhor decisão é apanhar um avião até Madrid, cujos preços começam nos 37€, e depois viajar de carro até Puentedey. Durante o caminho de três horas é garantido que verá Espanha com outros olhos, prestando maior atenção maior aos espaços menos povoados.

De seguida, carregue na galeria para descobrir outros destinos que tem mesmo de conhecer em 2022.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT