Viagens

A partir de maio não precisa de certificado nem teste para entrar na Grécia

O uso obrigatório de máscaras em espaços fechados ainda se mantém, mas esta regra deverá cair em junho.
Viajar pelo mundo está cada vez mais fácil.

As restrições para viajar relativas à pandemia Covid-19 estão a ser aliviadas em cada vez mais destinos. A Tailândia anunciou que a partir de 1 de maio deixa de ser exigida a apresentação de um teste PCR aos viajantes internacionais com o esquema vacinal completo. Agora, a Grécia está a fazer o mesmo: a partir do primeiro dia de maio já poderá visitar o país sem a apresentação de teste negativo, nem certificado de vacinação ou recuperação.

Apesar deste aliviar das restrições, o uso de máscara continua a ser obrigatório em espaços fechados no território grego. No entanto, Thanos Plevris, o ministro da Saúde, acredita que em junho também esta regra deve cair.

“De acordo com os dados epidemiológicos e as sugestões dos peritos, estamos a anunciar um plano para atenuar as medidas contra a pandemia de Covid-19”, dizia o governante no início de abril, citado pelo site “Travel and Leisure”. “Todas as medidas serão revistas a 1 de Setembro, dependendo do quadro da pandemia”, adianta.

De acordo com o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças, a 21 de abril a Grécia já tinha administrado 20 milhões, 726 mil e 866 doses da vacina. Este número significa que 81,9 por cento da população adulta grega já recebeu as duas doses, e 64,6 por cento dos cidadãos receberam a dose de reforço.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT