Viagens

Aeroporto de Roma foi o primeiro a receber 5 estrelas anti-covid — saiba porquê

As classificações envolvem equipes de auditoria que estão a visitar fisicamente cada aeroporto. O italiano ultrapassou todos.
Todas as medidas estão implementadas.

Itália foi um dos países do mundo mais devastados pela pandemia do novo coronavírus — será difícil esquecer aqueles primeiros meses de confinamento em que a cada notícia a tragédia humana no país parecia piorar. É por isso, natural, que seja agora um dos mais rigorosos nas medidas de prevenção da pandemia. Pelo menos, a avaliar pelo aeroporto da capital, que acabou de ser o primeiro do mundo a receber 5 estrelas anti-covid.

Segundo o “Daily Mail“, a respeitada agência internacional de classificação de transporte aéreo Skytrax começou a avaliar medidas de segurança contra o coronavírus em aeroportos em todo o mundo. E o Fiumicino de Roma foi o primeiro a receber as cobiçadas cinco estrelas.

Os outros três aeroportos classificados até agora receberam três estrelas — London Heathrow, Málaga Costa del Sol Airport e Nice Cote d’Azur Airport. As classificações, que foram emitidas pela primeira vez em agosto, envolvem sempre uma visita física das equipes de auditoria da Skytrax, avaliando o espaço, as medidas e realizando análises de higiene.

De acordo com a Skytrax, a auditoria ao aeroporto de Roma foi realizada ao longo de três dias em setembro. A análise e classificação tiveram como base uma combinação de verificações de eficiência de procedimentos, análise de observação visual e testes de amostragem de ATP [análise de limpeza de superfície], “com a consistência dos padrões a ser um fator determinante” na nota final.

View this post on Instagram

Rome Fiumicino Airport is the first airport in the world to be Certified with the COVID-19 5-Star Airport Rating, by Skytrax. The COVID-19 audit was conducted over 3 days in early September and is based on a combination of procedural efficiency checks, visual observation analysis and ATP sampling tests, with the consistency of standards being a key determinant in the final rating applied. The COVID-19 systems and procedures put in place across Rome Fiumicino Airport are meeting a rigorous standard, and Skytrax verified the frontline success of the implementation for keeping airport staff and customers safe. All COVID-19 Airport Rating requires Skytrax audit teams to physically visit each airport and carry out the hygiene analysis. More airports in Europe are being added, with Middle East, Asian and North American airports expected to be covered from October 2020. #romeairport #fiumicino #skytrax #cleaning #hygiene #reducerisk #covid19 #5star #aviation

A post shared by Skytrax (@skytrax_uk) on

O jornal britânico adianta que Fiumicino tinha vários critérios que lhe garantiram a escolha: uma presença visível de pessoal de limpeza, métodos de higienização por UV em elevadores e escadas rolantes, superfícies que passaram com distinção nas análises de presença de contaminantes.

Há ainda a registar a existência de uma Equipa de Biossegurança constituída por 40 funcionários, que circulam sobretudo nas zonas mais movimentadas e facilitam o distanciamento social, além de garantir o cumprimento do uso de máscara.

Além disso, o número diário de passageiros encontra-se a cerca de 30% do habitual, a sinalização é massiva e eficaz, há marcações e alertas de distanciamento constantes e todas estas informações foram “implementadas com excelente coesão e inteligibilidade da marca”.

A Itália é um dos países da Europa com mais casos de coronavírus, acima das 300 mil infeções reportadas e mais de 35 mil mortes devido à Covid-19, desde o início da pandemia.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT