Viagens

Está de volta o Interrail gratuito — e este ano vão ser oferecidos mais passes

A Europa pretende duplicar o número de viagens juntando as do concurso de 2020, que nunca aconteceu. As partidas são em 2022.
É aproveitar.

Está de volta o programa que oferece Interrails gratuitos a todos os jovens da União Europeia que queiram partir à descoberta do velho continente. Só precisam de três coisas: fazer 18 anos em 2020 (ou 2019, mas já lá chegaremos), concorrer e esperar o melhor.

Lançada em 2018, a iniciativa da Comissão Europeia de oferecer o passe de comboios a cidadãos quando fazem 18 anos foi um sucesso imediato. Duas vezes por ano, uma por altura da primavera e outra no outono, começaram ser atribuídos cerca de 15 mil interrails gratuitos como forma de celebrar a entrada dos jovens na vida adulta — e de lhes abrir novos horizontes, culturas e caminhos.

Em 2020, ano da pandemia, não aconteceu o programa de Interrail gratuito, o DiscoverEU. E não houve ainda, em muitos casos, a oportunidade de gozar os últimos passes atribuídos em 2019, que seriam utilizados no ano que passou. Mas tudo isso será resolvido.

Segundo a “Lonely Planet“, a União Europeia está a relançar o seu programa que permitirá a milhares de jovens com 18 anos a oportunidade de viajarem sem limites na rede ferroviária europeia através do Interrail. Ainda não há datas exatas para quando os cidadãos se podem candidatar, mas sabem-se já duas coisas: as viagens serão em 2022; e este ano serão atribuídos mais passes. Serão o dobro, na verdade, por causa de todos os que não chegaram a ser entregues no ano em que o coronavírus parou o mundo.

Segundo uma fonte oficial à revista, está assim prevista a maior das rondas de viagens oferecidas até agora: cerca de 60 mil passes serão oferecidos, de uma vez, provavelmente em outubro deste ano, para viagens a partir da primavera do próximo: os candidatos aprovados vão poder utilizar os passes entre março de 2022 e março de 2023, por um período que pode ir até 30 dias.

Além disso, e porque os candidatos têm de completar a maioridade no ano em que se candidatam, seria injusto que aqueles que fizeram 18 anos em 2020 fossem prejudicados e não tivessem a oportunidade de participar neste Interrail e na viagem de uma vida a custo zero. Por isso, eles serão também incluídos, com mais novidades e todos os detalhes a serem apresentados em breve no site oficial do programa

Também, devido à imprevisibilidade da pandemia, os jovens receberão reservas e rotas flexíveis e uma provisão extra de seguro de saúde e seguro contra interrupções. Finalmente, aqueles que receberam o passe gratuito na última ronda que aconteceu em novembro de 2019, mas não o conseguiram usar, terão até 31 de agosto deste ano para o fazer — podendo esta datar ser novamente estendida se a situação não melhorar.

Entretanto, saiba já que, para ser elegível só precisa de ter 18 anos e de ter a nacionalidade de um dos Estados-membros da União Europeia. Quando fizer a candidatura, terá de responder a um pequeno inquérito sobre a cultura europeia e pronto. Se for selecionado, pode viajar pela Europa por um período mínimo de um dia e máximo de 30 dias.

O DiscoverEU esclarece ainda que quem tiver uma deficiência ou um problema de saúde que torne a sua viagem um desafio, só tem de contactar o programa, pois há condições especiais que permitem a viagem. E que pode juntar quatro amigos no seu grupo.

Os jovens viajam de comboio, claro, mas há meios alternativos de transporte disponíveis, caso as condições meteorológicas, o tempo de viagem e a distância assim o obriguem. Até de avião, se for necessário, vai poder andar sem pagar. Também costuma ser possível organizar encontros e combinar planos de viagem com outros viajantes do DiscoverEU, através de um grupo no Facebook.

A partir de 2022, está previsto que o programa passe a ser financiada pelo Erasmus +, o que significa que os cidadãos de fora da UE, em Erasmus, também poderão passar a aproveitar as vantagens.

Todo este projeto começou a ser delineado em outubro de 2016, quando o deputado alemão Manfred Weber, presidente do grupo parlamentar dos democratas europeus, apresentou uma proposta ao Parlamento Europeu de oferecer um Interrail a todos os cidadãos nascidos ou legalmente residentes no território da UE assim que fizessem 18 anos. A proposta foi aprovada um ano depois e lançada em 2018.

O passe de Interrail nasceu em 1972 para promover a mobilidade de jovens menores de 21 anos, sendo que, desde 1998, tornou-se utilizável em qualquer idade. Atualmente, é válido em mais de 40 mil destinos, num total de 33 países europeus. Em 2018, a Itália foi o país mais visitado.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT