Viagens

Ativistas climáticos pintaram de verde a água dos canais de Veneza

O grupo protestou contra a falta de progresso nas decisões na Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas.
Os ativistas ainda se penduraram na ponte.

Os ativistas climáticos voltaram a atacar. Desta vez pintaram as águas dos canais de Veneza de verde e penduraram-se numa das pontes mais altas da cidade italiana, para protestarem contra a “falta de decisões e progresso” na 28.ª Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP28).

“COP28: Enquanto o governo fala, nós estamos pendurados por um fio”, escreveram os membros do Extinction Rebellion, numa faixa que seguraram enquanto estavam pendurados na ponte de Rialto.

O efeito verde foi conseguido, segundo os ativistas, através de um “corante de fluoresceína”, que “não provoca danos no planeta”. O grupo garantiu ainda que “dentro de algumas horas, estas águas voltarão a ser o que eram antes”.

Porém, “por precaução”, a autarquia impediu a circulação de barcos nos canais. “De novo os eco-vândalos. Tivemos de interromper o serviço público por precaução, dadas as suas acrobacias e peripécias. Desta vez também os denunciamos por ‘interrupção de um serviço público’ e esperamos sinceramente que acabem na cadeia”, escreveu Luigi Brugnaro, presidente da Câmara de Veneza, na rede social X (antigo Twitter).

A 28.ª Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP28) acontece até 12 de dezembro no Dubai, Emirados Árabes Unidos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT