Viagens

Áustria vai confinar todos os cidadãos adultos não vacinados

Quem não tem inoculações, a partir da meia noite não pode sair de casa exceto para trabalhar, compras, passeios ou ser vacinado.
Viena

É um dos países da Europa com menor taxa de vacinação e tem vindo a registar, como outros seus vizinhos, uma escalada de casos de Covid-19 quase sem precedentes. Por isso, o governo austríaco instituiu um confinamento nacional para quem não está vacinado contra a SARS Cov-2, com o objetivo de abrandar a propagação do novo coronavírus no país.

Segundo a agência de notícias AP citada pela Lusa, a medida proíbe os não vacinados maiores de 12 anos de saírem de casa já a partir da meia noite deste domingo para segunda-feira. As exceções são para trabalhar, fazer compras, dar um passeio ou para serem vacinados.

Nas últimas semanas, a Áustria tem registado uma“tendência preocupante”de aumento de casos de infeção pelo novo coronavírus, tendo o número de casos positivos nas últimas 24 horas atingido os 11.552 novos casos.

“É nosso dever como governo proteger o povo. Por isso, decidimos que a partir de segunda-feira haverá confinamento para os não vacinados”, explicou o chanceler austríaco, em declarações aos jornalistas.

A AP explica que as autoridades austríacas receiam que o pessoal hospitalar já não seja capaz de lidar com o aumento de doentes com Covid-19.

A medida anunciada vai afetar cerca de dois milhões de pessoas naquele país, que tem cerca de 8,9 milhões de habitantes, e vai vigorar por 10 dias, tendo sido pedido à polícia vigilância para ter a certeza que quem anda na rua está vacinado.

A Áustria tem uma das taxas de vacinação mais baixas da Europa Ocidental. Cerca de 65 por cento da população está totalmente vacinada.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT