viagens

Boracay: uma das ilhas mais bonitas do mundo reabriu limpa e com regras — mas o lixo já voltou

Já foi um paraíso, mas o excesso de turismo e de despojos levaram-na a ganhar a alcunha de "esgoto". Agora, a ilha mais famosa das Filipinas reabriu após limpeza profunda. 

A água voltou a ser cristalina — por agora.

Não são boas notícias para a Humanidade e para a sua reputação no que respeita ao ambiente. A Ilha de Boracay, nas Filipinas, indiscutivelmente uma das mais bonitas do mundo (e literalmente uma das mais visitadas), sofreu tanta pressão turística nos últimos anos, tanto estrago e tanto lixo, que teve de fechar durante vários meses, para que o seu ecossistema recuperasse, e todo o lixo fosse retirado. E reabriu, com novas e rigorosas regras para evitar que o mesmo voltasse a acontecer. Mas um dia após a abertura, há registos de lixo e teme-se o regresso ao passado.

Depois de anos de abusos, excessos e falta de regras, a famosa ilha de Boracay, nas Filipinas, chegou a um tal ponto de degradação ambiental que o seu mar foi apelidado de esgoto, ou de fossa séptica e foi declarado o estado de calamidade. Quando muitos já temiam uma catástrofe ambiental irreversível, foi anunciado o seu fecho temporário ao turismo — um pouco à semelhança do que está a acontecer em Maya Bay, na Tailândia — e a abertura ficou suspensa até a ilha estar completamente recuperada, e novas e restritas regras criadas.

Este fim de semana, uma ilha de cara lavada reabriu depois de seis meses de trabalhos intensivos, e as regras e as mudanças são muitas, bem como a fiscalização, garantem as autoridades. Mas a recolha de imagens com lixo abandonado na ilha, um dia após a sua reabertura, está a tornar-se viral e a levantar a questão de se as soluções encontradas serão eficazes a longo prazo, e de se não se correrá o risco de voltar tudo ao mesmo.

Depois do período de limpeza e recuperação, que incluiu a retirada de inúmeros equipamentos e até de hotéis a fim de limitar o número de turistas — uma das novas regras — Boracay reabriu oficialmente na sexta-feira, dia 26 de outubro. Já no início do mês, a ilha que é um dos destinos de praia mais famosos do mundo, tinha aberto em modo soft opening, para testes.

Após a limpeza sem precedentes e a vários níveis, as suas famosas praias voltaram a ter areias brancas, as águas voltaram a ser cristalinas, e as autoridades filipinas deram o ok à reabertura. Ainda que ressalvando que a recuperação total deveria demorar vários anos, pelo que esta nova era de turismo na ilha só poderia ser de uma forma: turismo sustentável. Assim, a ilha poderá voltar a ser um dos melhores resorts do mundo mas também um exemplo de sustentabilidade, pretende o governo local.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT