Viagens

Burj Al Arab: vai ser possível visitar um dos hotéis mais luxuosos e lendários do mundo

Os proprietários decidiram que todos vão poder ver os inacreditáveis detalhes que só os milionários hóspedes conheciam.
Poder ver e conhecer tudo.

Este hotel de cinco estrelas é muito mais do que um simples espaço de alojamento — ele é uma verdadeira imagem de marca do luxo e glamour do Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. O Burj Al Arab Jumeirah é um dos, senão o, hotel mais luxuoso do mundo: fica numa ilha privada, tem serviço de transporte de helicóptero exclusivo, suites com iMac e uma frota de Rolls-Royce.

Todos os luxos do icónico e lendário edifício são quase mitos urbanos, que passam de boca em boca, já que na verdade não serão assim tantas as pessoas que já terão experimentado dormir no hotel, onde uma noite pode oscilar entre os 1.500 e os 21 mil euros.

Só esses hóspedes, ou os visitantes dos também luxuosos restaurantes podiam, até agora, ver ao vivo e aproveitar todo o luxo, as vistas, os interiores, os detalhes. Tal não impedia uma romaria regular de turistas até às proximidades do hotel, tentando capturar em fotos a sua icónica dimensão, mas o saciar de curiosidade tinha normalmente de ficar por aí.

Mas a partir desta sexta-feira, 15 de outubro, tudo isso vai mudar. As portas secretas do Burj Al Arab vão finalmente abrir-se a visitantes, com uma nova experiência do Inside Burj Al Arab prometendo oferecer a todos um vislumbre do interior e levantar o véu sobre algumas das histórias do hotel nos Emirados Árabes Unidos.

Com interiores dourados, suites luxuosas e alguns dos melhores restaurantes do Dubai, o Burj Al Arab é frequentemente apelidado de um hotel de “sete estrelas”.

Isto porque a unidade tem um mundo de luxos já históricos para descobrir, desde a inauguração há mais de 20 anos: a sua própria ilha particular perto da orla marítima de Jumeirah, imediatamente reconhecível pelo seu design no formato de vela, para começar.

Aqui, os hóspedes podem escolher entre um restaurante subaquático e aquário, uma frota de carros Rolls-Royce no pátio e o famoso heliporto que já recebeu gente como Tiger Woods, Anthony Joshua e Roger Federer. Foi neste heliporto suspenso 210 metros acima da água que o DJ David Guetta fez em 2021 o evento “United at Home”, para dar força em tempos de pandemia.

Mas há muito mais: o Burj Al Arab Terrace tem 10 mil metros quadrados de espaço ao ar livre para descontração à beira da piscina. O deck ensolarado estende-se até 100 metros da base do hotel, permitindo que os hóspedes relaxem sobre a água. Nos quartos, há chuveiros com ladrilhos de ouro de 24 quilates, edredons com “penas de ninhos de patos abandonados na Islândia”, 30 tipos diferentes de mármore.

E piscinas inacreditáveis, um teto feito de 21.000 cristais Swarovski representando a Via Láctea, além da tal mítica “Suite Real” onde uma noite pode chegar aos 21 mil euros.

E porquê abrir todo este luxo ao público, e agora, pela primeira vez em 21 anos? Segundo a “CNN“, Andy Nicholson, gerente geral e diretor de experiência do Inside Burj Al Arab, explica que 2021 é o 50.º aniversário dos Emirados Árabes Unidos e invoca também a recente abertura da Expo 2020 Dubai, a primeira Expo Mundial a ser realizada no Médio Oriente.

Surgiu assim a motivação: nesta altura, explicou, “os holofotes estão mesmo no Dubai e parece que é o momento perfeito para abrir um dos ícones da cidade aos visitantes”, adiantou.

A excursão não é livre, nem os visitantes ficam libertos para explorar os luxos, até porque há também muitas histórias do hotel para descobrir e contar. O tour começa num novo centro de boas-vindas, e depois tem 90 minutos, hora e meia, para ver tudo.

Logo um passeio buggie pela ponte de 340 metros que se liga à ilha particular na qual o hotel está localizado, para começar; a meio, uma paragem num local escolhido a dedo, para que tire a foto perfeita do hotel; e o melhor ainda está para vir.

Neste tour, e segundo a CNN, na chegada ao Burj Al Arab, após uma tradicional receção com um toque de água de rosas pelos anfitriões dos Emirados, entra no átrio que será o maior do mundo e começa o passeio propriamente dito.

Vai ter tempo para explorar este gigante espaço, com todos os seus detalhes, subir as escadas rolantes, conhecer as cascatas interiores. E depois, subir nos icónicos elevadores de vidro até ao 25º andar, que em termos de altura é na verdade o 50º, já que cada suíte do hotel ocupa dois andares.

Chegado a esta altura, acontece aquele que é considerado o evento principal: um passeio pela opulenta Suíte Real, após o qual há tempo para explorar o Experience Suite interativo, bebendo café árabe e aprendendo curiosidades sobre a arquitetura e os interiores do Burj Al Arab, bem como o papel central que o hotel desempenhou no desenvolvimento do Dubai.

Vai ter muito para descobrir e ver, de esboços originais do designer de interiores Khuan Chew, ao guardanapo no qual o arquiteto britânico Tom Wright esboçou o primeiro esboço de sua estrutura proposta em outubro de 1993.

Só falta saber os preços: como em tudo no Dubai o custo não é para todos, mas para os curiosos vale bem o esforço: cerca de 94 euros por cada lugar no tour que, antecipa-se, nos primeiros tempos deverá andar sempre esgotado.

Ainda assim, esta pode ser mais uma motivação para 2021 ou 2022 ser a altura em que decide descobrir o Dubai. Recorde-se que, até à primavera do próximo ano, o emirado acolhe a gigante exposição mundial, que arrancou no passado dia 1 de outubro.

O evento está a reunir, pela primeira vez, a essência de 191 países, distribuídos por centenas de pavilhões. O lema é “Connecting Minds, Creating the Future” (“Ligando Mentes, Criando o Futuro”) e, especificamente, o mote da participação portuguesa junta a história com uma perspetiva de futuro virada para um País reinventado, multicultural e em permanente descoberta pelo exterior: “Portugal, Um Mundo num País”.

No caso de estar mais desatento, aproveite para saber tudo sobre o Pavilhão de Portugal, um edifício que funciona como uma espécie de viagem a Portugal e à Lusofonia, na Expo Dubai 2020.  Pode também saber tudo sobre os luxos e curiosidades da exposição num artigo da NiT.

Além disso, para celebrar a nova exposição mundial — e para atrair mais pessoas para um país já tão popular — a Emirates lançou uma campanha especial válida entre 1 de outubro e 31 de março de 2022 em que por cada bilhete de avião que comprar, recebe um Emirates Expo Day Pass gratuito — que lhe dará acesso à maior exposição internacional.

A oferta especial é válida em todos os bilhetes de Primeira Classe, Classe Executiva e Classe Económica de ida e volta, que incluam um voo para, ou via Dubai. A campanha estende-se também a todos os passageiros que comparem uma viagem que tenha uma ligação de pelo menos seis horas no Dubai.

Os titulares de bilhetes de ida cuja viagem tenha origem fora dos Emirados Árabes Unidos têm direito a receber o Expo Day Pass se viajarem para o Dubai ou para outros destinos cumprindo o tempo mínimo de ligação exigida. A oferta está também disponível para os diferentes tipos de tarifas da Emirates, como a Special, Saver, Flex e Flex Plus.

Caso já tenha uma viagem marcada para o Dubai — ou que faça ligação na cidade —, pode pedir o seu bilhete no site da campanha. Para marcar uma viagem para o Dubai pode fazê-lo também através do site da Emirates, com voos de Lisboa desde 514€.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT