Viagens

Caesar, o lama que traz calma aos protestos anti-racismo de Portland

O animal traz paz e serenidade às manifestações — e até aceita abraços.
Tem seis anos.

“No Drama No Lama” — já toda a gente viu esta frase estampada em T-shirts, capas para o telemóvel ou apenas no feed do Instagram. No entanto, há um lama que contraria a ideia de que estes animais são tudo menos amigáveis.

Chama-se Caesar McCool e já é conhecido como o “No Drama Llama”. Tem sido uma presença assídua nas manifestações anti-racismo que decorrem em Portland, no Oregon, nos Estados Unidos, para trazer calma e consolo a todos manifestantes.

Segundo a Reuters, no meio dos protestos, que se chegam a tornar violentos, o animal de seis anos mostra-se bastante amigável — o que não é frequente na espécie. O seu proprietário, Larry McCool, diz que o animal é um “pacificador natural”.

A sua postura zen já lhe valeu vários abraços durante os protestos e dezenas de notícias que protagoniza na imprensa internacional. O seu dono diz que houve um momento, a 9 de junho, em que cerca de cinco mil pessoas se ajoelharam e durante quase nove minutos ficaram em silêncio em memória de George Floyd, assim como este especial lama.

“Caesar ficou ali, imóvel. Ele entendeu o momento. Entendeu a importância do que estávamos a fazer”, conta Larry McCool. Este animal, que até tira selfies com os manifestantes, já é visto como um lama de terapia, em vez de ser aquele que traz o drama.

“Por mais intenso que seja o público, tanto os manifestantes como os agentes federais e os fiscais… ele pode neutralizar isso. Esse é todo o seu propósito”, garante o dono.

De acordo com o jornal americano “The Washington Post”, Larry e Caesar já participaram em dez protestos do movimento ‘Black Lives Matter’ no Oregon. Nos últimos anos, também fizeram parte de mais de 50 marchas de apoio a várias outras causas.

Considerado um lama ativista, há quem garanta que o animal, no meio daquelas situações de stress, consegue dar bastante apoio emocional. É por isso que chega a haver fila para o abraçar.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT