Viagens

Cruzeiro da Norwegian Cruise chega a Nova Orleães com 17 casos de Covid-19 a bordo

De acordo com as autoridades, há um “caso provável” da variante Ómicron num membro da tripulação.
A viagem é da NCL.

Quando a pandemia começou a dar que falar em força, em 2020, foi impossível ignorar as notícias de cruzeiros onde os casos de Covid-19 surgiam e disparavam, transformando férias de sonho em verdadeiros eventos de “supercontágios.” A indústria tem voltado ao mar, com regras mais apertadas de controlo, desinfeção e testagem do que nunca. Mas uma nova notícia vem complicar a progressão do setor.

No mais recente surto, as primeiras notícias davam conta de 10 casos confirmados no domingo; segundo o “New York Times“, são já 17. Um navio de cruzeiros que atracou em Nova Orleães este domingo dia 6, trazia 17 casos positivos de Covid-19 a bordo, estando todos os passageiros — mais de três mil — a ser isolados e testados.

Segundo as autoridades de saúde norte-americanas, citadas pelo jornal, os casos incluem um “provável” da variante Ómicron num membro da tripulação.

De acordo com este meio, o navio Norwegian Breakaway partiu de Nova Orleães a 28 de novembro e fez escalas em Belize, Honduras e México antes de regressar. O cruzeiro é da Norwegian Cruise Line, que tem seguido “todos os protocolos” de controlo da pandemia, incluindo obrigatoriedade de testes e comprovativo de vacinação completa no embarque. Os miúdos em idades não elegíveis para vacinas não são sequer aceites nos navios atualmente.

Com os contágios confirmados e a viagem terminada, estão a ser tomadas medidas de quarentena e isolamento, com os passageiros a ser reencaminhados para quarentenas nas suas residências ou locais próprios, adiantam as autoridades locais.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT