Viagens

Dinamarca e Bulgária colocam turistas britânicos na lista vermelha

Apenas viagens com um "objetivo válido" se deverão realizar, numa altura em que a Inglaterra desconfina.
Dinamarca aumenta restrições.

Numa altura em que a Inglaterra levantou praticamente todas as suas restrições na contenção da pandemia — abolindo até a quarentena dos visitantes de destinos da lista âmbar, como Portugal — a Dinamarca decidiu classificar a maior parte do Reino Unido como uma “região vermelha”.

Segundo o “The Independent“, na sua última atualização de viagens o país colocou todo o Reino Unido, com exceção de Gales, nesta categoria. Ela define que apenas viajantes com um “objetivo válido” podem entrar na Dinamarca vindos da Inglaterra, Escócia e Irlanda do Norte. No fundo, segundo os meios locais, que as viagens são desaconselhadas e as pessoas deverão levar justificações.

Mesmo assim também devem fazer um teste de PCR 72 horas antes da entrada; outro teste na chegada; e fazer quarentena na chegada por 10 dias (com a opção de teste para liberação após quatro dias). As restrições aplicam-se independentemente do status de vacinação do viajante.

Segundo este jornal, a medida segue a decisão da Bulgária de restringir viajantes britânicos. O país anunciou no passado fim de semana que o Reino Unido seria adicionado à sua lista de “zona vermelha”, junto com Chipre, Espanha, Fiji e Kuwait, poucos dias depois de ter sido incluído na lista verde do Reino Unido.

As medidas surgem numa altura em que, por causa do desconfinamento e da variante delta, alguns especialistas dizem temer que a Inglaterra chegue aos cem mil casos diários de Covid-19 nas próximas semanas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT