Viagens

Nem todos os tipos de máscaras de proteção são permitidas em voos nos EUA

As regras de utilização de equipamentos de proteção individual são atualizadas com frequência nos sites das companhias áreas.
As regras variam consoante as companhias.

As máscaras já fazem tanta parte do dia a dia como levar o telemóvel ou a carteira quando sai de casa. Aliás, é preferível deixar o telemóvel em casa do que a máscara, visto que, sem ela, pode correr riscos e ver negado o acesso a diversos espaços. Nos aviões, a situação é semelhante. A American Airlines, uma das companhias áreas com mais tráfego na América do Norte, publicou uma lista de regras — e  avisa que há máscaras que estão proibidas nos seus aviões.

Não são permitidas máscaras com válvulas ou aberturas de exaustão, com materiais feitos de malha ou renda, e também aquelas que não cubram o nariz e a boca. A American Airlines recomenda que utilizem uma máscara ou pano que tape o nariz e a boca da melhor forma possível, e que seja capaz de manter-se justo ao queixo. Deve ser feito de material que previna ou diminua o efeito das gotículas aéreas. “O Centro de Controlo e de Prevenção de Doenças refere que as máscaras com respiradores permitem que o ar respirado seja expelido pelos buracos”, explica a companhia área.  

A utilização de viseiras sem uma máscara também é proibida nos voos desta companhia área. Estas regras aplicam-se a todos os passageiros com mais de dois anos de idade, mas há exceções — pode tirar a máscara brevemente para comer ou beber algo durante a viagem. Se por algum motivo, não tiver na sua posse uma máscara, vai-lhe ser facilitado o acesso a um equipamento de proteção individual no aeroporto. Caso não cumpra estas regras, o acesso a bordo pode ser negado.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT