Viagens

Duas professoras transformaram um autocarro antigo numa autocaravana escolar

A partir de um veículo abandonado, foi criada uma incrível escola sobre rodas, que já está a funcionar.
Imagem partilhada no Instagram.

Com as viagens de autocaravanas a tornarem-se uma tendência crescente — impulsionada em muito pela pandemia, por serem uma forma segura e privada de partir à aventura — multiplica-se também a aposta, por parte de empresas e de cidadãos, na reconversão de autocarros ou de carrinhas antigas, em maravilhosos e versáteis espaços novos.

Com algum dinheiro, imaginação e gosto, destreza e idealmente ajuda para as partes mais técnicas, consegue-se por vezes transformar autênticas latas velhas em espaços bonitos e confortáveis para viajar. Ou para morar, como já há quem faça — ou, neste caso, para dar aulas.

Jerilee Melo, uma professora do pré-escolar, tinha um emprego normal antes da pandemia: dava aulas a uma turma deste nível de ensino com 24 crianças em Santa Clarita, Califórnia, EUA.

Quando chegou o coronavírus e vieram os confinamentos, a jovem professora deixou de ter uma sala tradicional, mas foi procurada por alguns pais cujos filhos tinham saudades dela e das suas aulas, perguntando se podiam avançar de forma mais personalizada e segura, como uma espécie de tutora durante a pandemia.

Segundo conta o “Business Insider“, Jerilee começou a dar aulas particulares para três famílias em dias diferentes, com o carro a acabar por se transformar inevitavelmente num armazém ambulante de materiais escolares e de apoio.

Foi quando a professora se lembrou de comprar um autocarro antigo: e conseguiu encontrar um Ford E450 Super Duty muito simplesmente no marketplace do Facebook, por menos de cinco mil euros.

Depois da compra, a jovem pensou que fazia sentido reabilitar o transporte abandonado e usá-lo mesmo como sala de aulas móvel; e foi precisamente isso que se propôs a fazer. De acordo com o Insider, pagou cerca de 1.700€ a um carpinteiro para instalar os bancos de salas de aulas mas o ambiente continuava a parecer tudo menos confortável e acolhedor — algo essencial, sobretudo para crianças.

Foi quando a professora contactou uma verdadeira estrela do Instagram: Brittany Jeltema, uma ex-docente que se dedica agora a remodelar escolas e espaços de ensino de forma incrível e em toda a América do Norte: uma espécie de “Querido, Mudei a Escola” local.

Jeltema, conhecida nas redes como SuperHeroTeacher, foi do Ohio à Califonia para a sua primeira reconversão de uma autocaravana.

Como conta à revista, achou o desafio perfeito: “Ela queria transformar o seu espaço pré-escolar numa sala de aula móvel e eu pensei, ‘esta é uma oportunidade incrível de tentar algo completamente novo e fora do espaço de sala de aula típico'”, explicou.

Juntas, as duas professoras levaram cerca de quatro dias a finalizar a transformação completa do autocarro: incluindo uma pintura exterior a fazer lembrar um mural com ajuda de uma artista local, bancos, espaço de arrumação, zona para comer. Elas puseram papel de parede, estantes, brinquedos e assentos adequados e só o conseguiram com longas horas de trabalho, a começar de madrugada e terminar de noite, e com ajuda de amigos e familiares.

O objetivo era que a sala de aulas móvel ficasse confortável, prática, com espaço e ainda com uma vibração de Califórnia dos anos 70, um pedido de Jerilee Melo que foi plenamente conseguido.

Além de tudo o resto, as jovens também adicionaram almofadas de cores vivas às cadeiras e uma mesa com acrílico para que os alunos possam expor os seus projetos de arte.

Acrescendo ao armazenamento e da configuração da sala de aula, Jeltema também adicionou brinquedos para as crianças brincarem, como uma área de cozinha falsa e uma mesa com desenhos e Lego.

Em março último, a professora Melo já estava, na sua nova mini escola móvel, a dar aulas particulares a quatro grupos de crianças em idade pré-escolar. O maior grupo tem cinco alunos e o menor tem dois alunos.

Os grupos reúnem-se em locais previamente combinados, que vão variando para melhorar a experiência, estando obviamente depois a carrinha estacionada durante as lições.

A professora diz à “Insider” que a solução encontrada acabou por ser perfeita, até porque os miúdos adoram; e uma ideia de recurso é agora para continuar no pós pandemia.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT