Viagens

E se fizesse o teletrabalho nas praias do Havai? Há um programa para os interessados

Com a pandemia, vários são os países que propõem iniciativas para promover o teletrabalho e atrair estrangeiros.
Um sonho.

Há um novo programa de incentivo ao trabalho remoto no Havai, nos Estados Unidos da América. É perfeito para quem quer fugir do inverno e aproveitar as praias incríveis do arquipélago onde está sempre calor. A particularidade da iniciativa é que funciona numa base de troca.

Os participantes inscrevem-se na plataforma Movers and Shakas e devem contribuir para as comunidades locais, ao mesmo tempo que recebem incentivos durante a sua estadia. 

Durante a estadia, espera-se que os profissionais entrem no programa Pledge to Our Keiki, para participar em atividades locais de voluntariado que fortalecem a comunidade. Em troca, recebem descontos exclusivos para alojamentos de pelo menos um mês, para restaurantes e algumas atrações.

Terão também acesso a oportunidades de networking, ótimas para qualquer emprego. O Havai, bem como vários destinos turísticos mundiais, tem sofrido quebras avultas com a pandemia de Covid-19 e a queda na procura de férias no estrangeiro.

À data de escrita deste artigo, o Havai é o estado com menor rácio do novo coronavírus per capita dos EUA. As fronteiras já estão abertas e é possível visitar as suas ilhas, mesmo não optando por estadias de longa duração. Em janeiro, encontra voos de ida Lisboa-Havai a partir dos 479€ por pessoa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT