Viagens

Emirates gasta 20 milhões em ousada campanha no topo do edifício mais alto do mundo

A ação tem como objetivo aumentar a afluência à Expo 2020, quase a terminar, e à cidade do Dubai. Saiba como tudo aconteceu.
Não aconselhável a vertiginosos.

Se há companhia aérea que já habituou o mundo ao luxo, extravagância e conteúdos arrojados é a Emirates. Neste mês de janeiro, em que se inicia a contagem decrescente para o encerramento da monumental Expo Dubai 2020 (a 31 de março), a companhia dos Emirados lançou uma nova versão de uma das suas campanhas mais populares — agora mais cara, opulenta e arriscada do que nunca. E, para os mais curiosos, explica como tudo foi feito e como aconteceu.

O objetivo da nova campanha filmada no topo do edifício mais alto do mundo é claro, assume a transportadora aérea: promover a Expo 2020 e a cidade do Dubai. Desta vez, o anúncio contou com a participação de um icónico A380, pintado exclusivamente a propósito do evento a decorrer na cidade.

Em agosto de 2021, a Emirates já tinha lançado o primeiro anúncio a ser filmado no topo do Burj Khalifa, numa campanha que transmitiu as mensagens da companhia aérea a mais de 800 metros de altura — tendo-se esta tornado viral em todo o mundo.

Agora, a nova campanha apresenta um vídeo de um minuto no qual é possível ver a figurante, que veste o uniforme da Emirates em representação da tripulação de cabine, de pé no topo do Burj Khalifa by Emaar e a segurar cartazes com frases que convidam turistas de todo o mundo a visitar a exposição.

Algumas cenas dos bastidores destas filmagens podem ser vistas no canal de YouTube da Emirates, bem como nas páginas de redes sociais.

Segundo a companhia, embora o vídeo seja curto e simples, o projeto foi resultado de “um rigoroso planeamento composto por ensaios, testes e um rígido protocolo de segurança”. A sua execução, garante, “envolveu stakeholders de todo o setor da aviação do Dubai, com um especial foco na segurança em todos os momentos em que se realizam as manobras de baixa altitude com o A380”.

O flypast, cuidadosamente planeado, exigiu que o A380 voasse a baixa altitude mas a baixa velocidade, garantindo que o avião pudesse circular eficiente e continuamente à volta do Burj Khalifa. No total, o A380 voou 11 vezes à volta do edifício até conseguir o plano de filmagem desejado. Embora no vídeo pareça que o avião está a voar muito perto da tripulante, estava na realidade a voar a quase um quilómetro de distância do edifício.

Durante as fases de planeamento, pilotos da Emirates, equipas de Operações de Voo, controladores de tráfego aéreo, pilotos de helicóptero, operadores de aviões, equipas de filmagem, a equipa de marketing da Emirates, a equipa Emaar, equipas reguladoras bem como a GCAA (General Civil Aviation Authority dos EAU) e o DCAA (Dubai Civil Aviation Authority) trabalharam em conjunto para discutir e deliberar todos os detalhes e aspetos do projeto.

Tudo isto incluiu delinear um plano de voo seguro, realizar avaliações de risco, contabilizando o tráfego aéreo, áreas sobrevoadas, bem como a verificação de potenciais condições eólicas e meteorológicas que assegurassem as condições necessárias. Os pilotos treinaram várias vezes no simulador de voo do A380 para assegurar que cada manobra era verificada antes de ser realizada e que cada ponto de referência visual era coberto e testado.

Os treinos no simulador também permitiram que toda a equipa determinasse e treinasse o modo de comunicação durante os flypasts e as filmagens para garantir que todos realizavam o seu trabalho em segurança.

Além disso, a equipa esteve em contacto permanente com o Controlo de Tráfego Aéreo do Dubai para assegurar que toda a atividade fosse protegida, bloqueando assim o espaço aéreo através de uma Área Temporariamente Restrita.

Como medida adicional para eliminar quaisquer riscos, as filmagens e os voos de baixa altitude foram realizados a 13 e 14 de outubro de 2021, num horário fora do período com maior afluência de partidas do Aeroporto do Dubai.

A nova campanha global multicanal decorrerá em 12 idiomas e em 19 países, e irá ser disponibilizada em plataformas televisivas, cinematográficas, digitais e na comunicação social. O anúncio faz parte de um investimento mais amplo de 20 milhões de dólares, cerca de 18 milhões de euros, que a Emirates encetou com o objetivo de gerar notoriedade, entusiasmo e, em última análise, resultar em mais visitas ao Dubai e à Expo 2020 Dubai.

Em exibição até 31 de março de 2022, a Expo 2020 Dubai reúne países do mundo inteiro, acolhendo eventos únicos que levam muitos visitantes a voltarem, uma vez que o evento proporciona um programa de colaboração entre países, mostrando os avanços humanos e as últimas novidades em tecnologia, cultura, música artística, gastronomia, desporto e muito mais, incluindo mais de 190 pavilhões de várias nações para conhecer.

A NiT já lhe contou tudo sobre este evento e sobre o Pavilhão de Portugal, que visitámos em reportagem.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT