Viagens

Está de volta o voo mais longo do mundo

Tem uma duração de 18 horas e percorre 15.346 quilómetros entre Singapura e Nova Iorque.

Para que servem os recordes? A maioria dirá que servem apenas para serem novamente batidos. É precisamente esse o caso do voo da Singapore Airlines entre Nova Iorque e Singapura.

O voo regular era já o mais longo do planeta, rota que foi suspensa a 23 de março por causa da pandemia. Agora, o trajeto volta à agenda da companhia aérea, com uma pequena (grande) mudança.

O trajeto pré-pandemia partia do aeroporto de Newark, em New Jersey, rumo ao destino na Ásia. Agora, Newark ficou para trás e o avião parte do aeroporto JFK em Nova Iorque — uma decisão que acrescenta pouco mais de três quilómetros, para um total de 15.346 quilómetros.

Apesar do otimismo, não é certo que os assentos do avião fiquem preenchidos, isto porque Singapura está apenas a aceitar a entrada de residentes permanentes, detentores de visa e viajantes com origem em destinos dos corredores aéreos estabelecidos como seguros — e que não inclui os Estados Unidos da América.

O voo mais longo do mundo acontece três vezes por semana, a bordo de um Airbus A350-900 e inclui 187 lugares na económica, 24 na classe premium e 42 na classe business. Seja qual for a classe, prepare-se para uma viagem de 18 horas sem parar.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT