Viagens

Esta é a companhia aérea mais segura para voar em 2021

A australiana Qantas voltou a liderar numa análise este ano mais apertada do que nunca. Conheça as restantes companhias do topo.
O interior de um voo Qantas.

Todos os anos, no início do mês de janeiro, são divulgados os dados das análises a todas as companhias aéreas mundiais. Com estes, chega-se a uma importante lista, sobretudo para quem viaja muitas vezes ou para tem algum receio de voar: a das companhias aéreas mais seguras do mundo para os próximos 12 meses. As classificações são feitas pelo site AirlineRatings.com, com base em dados recolhidos ao longo do ano que terminou.

Segundo a “CNN“, esta plataforma compila e mantém atualizados dados sobre 385 companhias aéreas de todo o mundo, medindo fatores que incluem registos de acidentes e acidentes graves das companhias aéreas, a idade da suas aeronaves e protocolos de manutenção, entre outros.

Em ano de pandemia, o desafio de fazer a lista foi maior do que nunca, já que muitas das companhias em análise estiveram praticamente paradas. No entanto, as 20 companhias aéreas consideradas mais seguras continuaram a voar com alguma regularidade, adianta a plataforma ao canal.

No primeiro lugar, voltou a ficar a Qantas, já repetente nos postos cimeiros destas avaliações. A companhia que em 2020 chegou a realizar um muito falado voo para lugar nenhum, chegou ao topo por ter rigorosos procedimentos de manutenção das aeronaves, cursos regulares de reciclagem dos pilotos, sobretudo após as paragens impostas pela pandemia, preocupações e apoio no bem estar psicológico das tripulações, entre outras.

A CNN lembra que a Qantas deteve o título de companhia aérea mais segura do mundo de 2014 a 2017 e que, em 2018, o AirlineRatings disse não conseguir encontrar um vencedor claro e escolheu classificar os 20 primeiros igualmente — para, em 2019 e 2020 a Qantas voltar a ser eleita como a mais segura.

Segundo fonte do AirlineRatings, este ano o sistema de classificação foi ligeiramente ajustado para permitir uma maior precisão. “Nos últimos dois anos, tomamos conhecimento de que algumas companhias aéreas, que passaram por auditorias de segurança semestrais, não estavam a seguir no dia a dia as disciplinas operacionais exigidas pelos auditores”, explicou um responsável. “O nosso nível de investigação triplicou nos últimos seis meses em uma variedade de questões de segurança, não apenas a Covid-19”,.

As 10 companhias aéreas mais seguras pelo AirlineRatings.com em 2021 foram assim, por ordem, a Qantas; a Qatar Airways; a Air New Zealand; a Singapore Airlines; a Emirates; a EVA Air; a Etihad Airways; a Alaska Airlines; a Cathay Pacific Airways e a British Airways.

Separadamente, o AirlineRatings também destacou as companhias aéreas de baixo custo mais seguras, listando as 10 principais em ordem alfabética. São elas: Air Arabia, Allegiant, EasyJet, Frontier, Jetstar Group, Jetblue, Ryanair, Vietjet, Westjet e Wizz Air.

Finalmente, o site também produziu um índice separado das 20 principais companhias aéreas em conformidade com normas da pandemia, listadas em ordem alfabética: Air Baltic, Air New Zealand, Alaska Airlines, All Nippon Airways, AirAsia, British Airways, Cathay Pacific Airways, Delta Air Lines, Emirates, Etihad Airways, Eva Air, Japan Airlines, Jetblue, KLM, Korean Airlines, Lufthansa, Singapurr Airlines, Southwest, Qatar Airways e Westjet. A plataforma disse que estas companhias excederam-se na prevenção contra a Covid-19 e deu um exemplo: a Qatar Airways, por exemplo, tem fornecido escudos faciais, bem como máscaras, enquanto a Emirates lançou um seguro saúde Covid-19 e kit de saúde para passageiros.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT