Subscreva a nossa newsletter para receber as melhores sugestões de lifestyle todos os dias.

Viagens

Esta ponte suspensa que dá luz a uma floresta parece um lugar encantado

Chamam-lhe simplesmente “Ponte de Madeira” mas é já um lugar mágico para turistas que visitam a Indonésia.
Fotografia de Warman Wadhani.

Com apenas madeiras, cordas e luzes se criou na Indonésia um lugar que parece saído de um filme passado noutros mundos. A floresta de Cikole, em Lembang, é mais conhecida como floresta das Orquídeas. São pelo menos 20 mil espécimes que já chamavam a atenção de turistas apreciadores da natureza.

Em 2018, no entanto, as autoridades locais inauguraram um espaço que aos poucos se tornou um daqueles obrigatórios para o turismo naquele país. Este já era um local com uma aura mágica. Desde então tornou-se um ex-libris do país.

Neste local a cerca de três horas e meia da capital do país, Jacarta, nasceu, batizada em inglês, a “Wood Bridge”. São 125 metros de percurso, num local reservado e especial, 1.700 metros acima da linha do mar.

O clima por ali é húmido. A floresta tem com uma das mais variadas e preenchidas zonas de orquídeas no mundo inteiro, contando com várias espécies locais mas também oriundas de outros continentes. Há, portanto, muito mais por onde caminhar e observar mas não é acaso a atração principal por estes dias ser a ponte suspensa.

Quem a visita, conta com um espaço iluminado em todo o percurso, com diferentes pontos onde pode parar para apreciar a vista e tirar uma daquelas fotografias que nem precisa de filtro nenhum. Ao longo da curta mas inevitavelmente demorada caminhada, há oportunidade de parar para apreciar algumas criações de bambu feitas por jovens artistas indonésio, que se enquadram no cenário envolvente.

Fotografia de Warman Wadhani.

A floresta conta ainda com um slide para os apreciadores de adrenalina. Ainda assim, o ambiente é um convite a casais e famílias, e ainda que a beleza seja intocável durante o dia, o percurso pela noite dentro tem um atrativo especial, um que se junta a um jardim iluminado e bar onde pode parar para comer qualquer coisa e saborear um chávena de chá da região.

As imagens que aqui vê têm sido partilhadas pelo fotógrafo indonésio Warman Wadhani, cuja conta no Instagram se tornou um cartão de apresentação especial para a Indonésia. E a Indonésia é mesmo um país invulgar.

Hoje em dia continua a ser tema de debate o número total de ilhas, há estimativas que variam entre as 17 e 18 mil ilhas, pelo facto de algumas ilhotas serem apenas extensões de terrenos, que ficam submersos quando a maré sobe. Curiosamente, há ilhas sem gente num país com mais de 270 milhões de habitantes (é mesmo o quarto mais populoso do mundo, a seguir a China, Índia e EUA).

A floresta situa-se na ilha de Java, a principal e mais populosa ilha do país, o que faz deste lugar ainda mais invulgar. A civilização e as multidões não estão muito longe mas quando ali se chega está-se noutro mundo.

voos de Lisboa para Jacarta, com uma ou duas escalas, a partir de 650€. Entre voos e escalas, facilmente se perde um dia inteiro de viagem a chegar à Indonésia. Mas a verdade é que o país tem mais do que a estância turística de Bali para descobrir.

Como qualquer grande viagem de avião, o ideal é ter uns quantos dias de férias seguidos para poder desfrutar por lá. Par quem tiver a oportunidade, a floresta de orquídeas será uma daquelas paragens obrigatórias. É perfeita para parar, respirar fundo e apreciar as redondezas. E, claro, tirar uma daquelas fotografias de causar, sem maldade, um pouco de inveja.

Fotografia de Warman Wadhani.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT