viagens

Estas são as cidades mais caras do mundo para viver em 2021

Um estudo do Economist Intelligence Unit revelou que é em Israel que o nível de vida está mais elevado.

Paris já não é a cidade mais cara para viver. Liderou o ranking da Economist Intelligence Unit (EIU) em 2020, mas este ano acabou ultrapassada por uma estreia no topo da tabela: Tel Aviv, em Israel. O estudo tem em conta vários fatores, como a inflação e o preço dos produtos.

Segundo o EIU, o custo dos transportes, dos artigos do dia a dia, e também a diferença da moeda local fase ao dólar americano contribuíram para esta classificação de Tel Aviv. Paris ficou na segunda posição juntamente com Singapura. Seguem-se Zurique, na Suíça, e Hong Kong.

Segundo a “CNN Travel”, este estudo do EIU comparou o custo de vida em mais de 173 cidades, mais 40 do que no ano passado. São analisados os preços de mais de 200 produtos, mas também de serviços de uso diário.

Em termos gerais, concluiu-se que os preços de bens e serviços subiram 3,5 por cento em relação a 2020. Os problemas nos transportes contribuíram para este aumento generalizado. O aumento em 21 por cento da gasolina também é apontado como outro dos fatores.

Nova Iorque, Genebra, Los Angeles e Ozaka estão também no ranking das mais caras. Já Damasco, na Síria, é a cidade mais barata entre as mais de 170 analisadas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT