Viagens

Este monte na Tailândia atrai multidões à procura de aliens budistas

A polícia já foi chamada várias vezes ao local e os moradores estão assustados com a evolução do número de turistas.
Estátua do Buda.

Vamos contar a história de um monte que fica em Nakhon Sawan, a norte de Banguecoque, e que tem atraído multidões. Apesar de haver uma enorme estátua do Buda bem lá no cimo, os turistas vão à procura de outra coisa: extraterrestres.

Estes viajantes de vários países acreditam que naquele lugar existem objetos voadores não identificados que costumam sobrevoar a estátua e que a sua tripulação envia comunicados telepáticos, visita as plantações de açúcar próximas e usa o lago de crocodilos como portal para os seus planetas, Plutão e Loku, segundo noticia a “CNN Travel”.

Além disso, estas pessoas acreditam que os extraterrestres trazem mensagens religiosas e que são budistas. De acordo com estes seguidores, quem meditar no monte Khao Kala vai conseguir ouvir as mensagens dos aliens na sua cabeça.

A junção de vários grupos no local tem levado à intervenção das autoridades tailandesas por se tratar de uma área florestal protegida. Qualquer visitante pode subir ao monte e ver a estátua de Buda, uma vez que são lugares de adoração públicos. O que a lei proíbe é pernoitar na zona e estes grupos têm feito isso mesmo. Em agosto deste ano, 40 agentes expulsaram um grupo de vários crentes. E em setembro, foram precisos 30 polícias para acabar com a reunião de mais de 60 pessoas no local.

Segundo a mesma publicação, o interesse por este monte começou em 1997, quando o sargento reformado Cherd Chuensamnaun, budista, começou a receber mensagens telepáticas que garantia serem de aliens.

A maioria dos encontros, dizem os devotos, acontece perto da casa do sargento, precisamente nesse monte. Os extraterrestres são descritos como humanoides magros, pequenos e prateados. Diz-se que têm duas pernas, dois braços, uma cabeça careca e uma antena. Já as suas naves são relatadas como sendo prateadas, com formato circular e com luzes coloridas.

“Há dois tipos de aliens, um grupo que vem de Plutão e o outro de um planeta chamado Loku”, diz Wassana, filha do sargento que morreu em 2000, à “CNN Travel”. “Os aliens de Plutão são feitos de energia, podem aparecer em forma física e são capazes de ensinar humanos. Os de Loku têm um corpo físico e conhecimentos de alta tecnologia. Trabalham juntos”, acrescenta.

Segundo Wassana, o líder dos extraterrestres de Plutão costuma falar-lhe sobre o budismo e garante que na eventualidade de uma guerra nuclear, ou uma catástrofe natural acontecer na Terra, os aliens tomariam conta de alguns sobreviventes.

Muitos tailandeses, incluindo as autoridades, preocupam-se com aquilo que acreditam ser um culto, muito afastado dos ensinamentos religiosos tradicionais, e cada vez com maior influência.

“Não dizemos se é certo ou errado um humano conseguir falar com um alien. Mas por favor ouçam com atenção: a maior parte das vezes é apenas uma ilusão”, refere Veeranut Rojanaprapa, académico budista.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT