Viagens

Estes são os destinos mais seguros para viajar neste início de 2021

Pense nas próximas férias sem perder dias em quarentena, fechado no hotel.
Viajar poderá não estar tão longe

Andamos cheios de vontade de viajar e com saudades de poder escolher livremente o destino para as próximas férias sem estar dependente das restrições dos países, de fazer mil e um testes ou correr o risco de ver a viagem ser cancelada em cima da hora. Quando é que vamos mesmo voltar a poder circular livremente, ninguém sabe, mas não vale a pena esperar que isso vá acontecer este ano, porque dificilmente será assim.

Não desespere, porque há sempre soluções para resolver esse desejo enorme de viajar. O mais seguro seria ir para destinos como a Austrália ou a Nova Zelândia, onde a pandemia está controlada ou muito perto disso, só que esses países não estão a deixar entrar estrangeiros. Assim, o melhor será procurar destinos com baixa contaminação e onde não seja preciso perder dias de férias em quarentena.

As ilhas Seychelles são um dos destinos que poderá escolher para as férias de verão. Sem que as autoridades consigam garantir imunidade total, é esperado que a partir de março a população esteja vacinada em 70% e que por isso permitam a entrada de turistas, especialmente para os meses de verão. A única condição necessária será fazer um teste PCR negativo à chegada.

De acordo com o “The Sun”, no verão será possível visitar destinos como Espanha e Grécia, uma vez que estes dois países contam ter nessa altura pelo menos 70 por cento da população vacinada, o que reduz a possibilidade de contágio por Covid-19. Nestes casos, será necessário apresentar um teste negativo à chegada, pelo que não haverá necessidade de quarentena.

Se decidir ir para as Maldivas, saiba que, pelo menos neste momento, as estadias de curta duração são permitidas, desde que tenha um teste PCR negativo e estadia reservada num resort, hotel ou similar.

Há outros destinos tão ou mais seguros do que estes, no entanto, as regras que apresentam neste momento, ou que estão anunciadas, requerem quarentenas de vários dias ou têm mesmo as fronteiras fechadas.

Para planear as férias nesta altura, o melhor mesmo será optar por voos e estadias que possa facilmente cancelar ou alterar sem perder o investimento ou então fazer seguros de viagem que possam acautelar essas situações. Para quem gostar de road trips, pode planear uma por Portugal ou pela Europa, uma vez que esta é uma forma um pouco menos exposta de viajar — o número de passageiros é reduzido, pode ter maior controlo sobre a higienização do espaço e ainda comprar a própria comida se quiser evitar restaurantes lotados.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT