viagens

Festas de Passagem de Ano do Rio de Janeiro foram canceladas

Seguindo as recomendações das autoridades de saúde, Eduardo Paes, o perfeito da cidade, decidiu adiar os festejos.
Os festejos foram cancelados.

O Brasil é um dos países mais afetados pela pandemia da Covid-19 em todo o mundo. Os números estão longe de estar controlados e apesar da vacinação, os festejos de Ano Novo do Rio de Janeiro foram cancelados. A informação foi partilhada por Eduardo Paes, o perfeito da cidade, no Twitter.

“Respeitamos a ciência. Como existem opiniões divergentes entre comités científicos, vamos sempre ficar com a mais restritiva. O Comité da prefeitura diz que pode. O do Estado diz que não. Então não pode. Vamos cancelar dessa forma a celebração oficial do réveillon do Rio”, começou por dizer na publicação deste sábado, 4 de dezembro.

“Tomo a decisão com tristeza, mas não temos como organizar a comemoração sem a garantia de todas as autoridades sanitárias. Infelizmente não temos como organizar uma festa dessa dimensão”, continuou num outro post.

Numa terceira publicação sobre o mesmo tema, disse esperar que a Passagem de Ano de 2022 para 2023 seja diferente e que as multidões voltem a Copacabana. A decisão chega dias depois de ter sido confirmada no país a nova variante da Covid-19, a Ómicron.

Esta semana passou a ser obrigatória a apresentação de certificado de vacinação para entrar em hotéis, cabeleireiros e restaurantes. Tal como o Rio de Janeiro, outras capitais regionais do Brasil já tinham cancelado os festejos.

A pandemia já causou a morte a 615 mil pessoas no Brasil. O país conta com mais de 22 milhões de infetados.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT