Viagens

A icónica Cisterna da Basílica de Istambul reabre após cinco anos em obras

Pode passear sobre a água enquanto aprecia a grandiosidade das figuras de Medusa deste monumento único na cidade turca.
Reabriu em julho.

Istambul é sinónimo de monumentos únicos e arrepiantes e um dos principais ícones da cidade é a Cisterna da Basílica, construída em 542. Fechou em 2017 e, cinco anos depois, voltou a abrir portas no passado mês de julho.

Durante o período em que esteve encerrada reforçaram a estrutura do peculiar edifício para garantir a segurança dos visitantes e funcionários, porque, devido ao estado precário em que estava, um simples terramoto podia causar estragos irreversíveis.

Nas cornijas das 336 colunas do palácio aquático instalaram varas de aço para dar mais estabilidade à infraestrutura, e limparam as paredes de tijolo que tinham sido previamente renovadas. “Ao rasparmos as camadas adicionais de cimento, trouxemos o tijolo para a atualidade”, diz Aysen Kaya, subchefe do Departamento de Património Histórico, à “AFP”, citada pelo “Hürriyet Daily News”.

A renovação trouxe uma nova ponte sobre a água. Ao passarem por ela, os visitantes estão apenas a meio metro do chão — que, graças à nova iluminação, é visível pela primeira vez. “Queríamos uma instalação de luzes que não tirasse nada da atmosfera misteriosa do palácio”, explica Kaya.

Ao passear pelo monumento também vai poder ver os pilares adornados com uma cabeça de Medusa e uma mão que se ergue do solo, uma peça contemporânea que foi adicionada durante a remodelação.

Antigamente, a Cisterna da Basílica conseguia armazenar 80 mil litros de água, que vinham de aquedutos conectados a montanhas que se localizavam a 19 quilómetros de distância do monumento.

O monumento pode ser visitado todos os dias das 9 horas às 19 horas. Os bilhetes custam 190 liras turcas (aproximadamente 10,40€). Carregue na galeria e fique a conhecer melhor este edifício único.

Como lá chegar

Para chegar ao monumento tem de apanhar um avião. A partir de Lisboa encontra voos de ida e volta desde 602€. Quando lá chegar, o mais fácil é pedir o táxi — a Cisterna da Basílica fica a cinco quilómetros do aeroporto.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT