Viagens

Insólito: turistas resolveram surfar no canal de Veneza. Agora vão pagar multa de 1.500€

Luigi Brugnaro, presidente da Câmara, apelidou-os de "idiotas que fazem pouco da cidade". Já foram expulsos da localidade italiana.
Se não tivesse sido filmado ninguém acreditava.

Turistas a fazerem coisas atípicas quando visitam um destino fora do seu país de residência não é nada de novo, e acontece frequentemente. No entanto, poucos se lembram de fazer coisas tão insólitas como a que passou pela cabeça a dois homens em Veneza. Na manhã desta quarta-feira, 17 de agosto, resolveram surfaram no emblemático Grande Canal da cidade italiana reconhecida como Património Mundial pela UNESCO em 1987.

Fizeram-no recorrendo a e-Foils, pranchas de surf onde foi aplicado um motor elétrico e que parecem “voar” sobre a água — pode ler o artigo da NiT onde lhe explicamos melhor em que consiste esta modalidade. Numa proeza ao estilo de “Missão Impossível”, conseguiram desviar-se de gôndolas, passaram por baixo de pontes e junto a edifícios icónicos como a Basília Salute. O momento foi capturado pelos habitantes locais e chegou a Luigi Brugnaro, o presidente da Câmara de Veneza.

“Aqui estão os dois idiotas que fazem pouco desta cidade. Peço a todos que nos ajudem a identificá-los e castigá-los. Pago um jantar a quem os avistar”, escrever no Twitter, rede social onde o vídeo já conta com 238 mil visualizações. Também foi partilhado na página de Instagram Venezia NON è Disneyland (em português, Veneza NÃO é a Disneyland). Por lá, os comentários negativos são vários, bem como os sentimentos face àquela atividade. “Vergonhoso”, “Deviam ser expulsos de Veneza para sempre, mamma mia” e “Também quero uma!” são alguns dos exemplos.

Os turistas já foram detidos. As pranchas no valor de 25 mil euros foram confiscadas, terão de pagar uma multa de 1.500€ e foram expulsos da cidade italiana. Além disso, deverão ser iniciados processos judiciais contra ambos.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT