Subscreva a nossa newsletter para receber as melhores sugestões de lifestyle todos os dias.

Viagens

Istambul diz adeus a Gli, a gata que se tornou um ícone da cidade

Tinha centenas de milhares de seguidores nas redes sociais e foi acarinhada até por chefes de Estado.
Era um ex-libris de Istambul.

Por vezes, há animais que não são adotados por uma família, mas por uma cidade inteira. Foi o caso de Gli, gata que escolheu um dos monumentos de Istambul como a sua casa, e que ao longo dos anos se tornou um símbolo acarinhado por todos.

Gli era já bem conhecida dos visitantes de Hagia Sophia, o histórico edifício do século VI, quando em 2009 o então presidente dos EUA Barack Obama foi fotografado a fazer-lhe festas durante uma visita de Estado ao país.

Ao longo dos anos, Gli continuou a morar neste espaço do antigo império Bizantino. Era alvo da curiosidade de turistas, da atenção da população de Istambul e, claro, das redes sociais. A gata tinha uma conta no Instagram em seu tributo, com mais de 130 mil seguidores. As coisas até podiam mudar em Hagia Sophia, mas Gli era intocável.

Desde 1934 que Hagia Sophia, também conhecida como Santa Sofia, era classificada como um monumento nacional. Este ano, a Turquia voltou a tornar a antiga catedral uma mesquita. A decisão não se fez sem polémica mas houve uma certeza dada pelas autoridades turcas: mesmo voltando a ser um espaço de oração, aquela continuaria a ser a casa de Gli.

Assim foi durante os últimos meses de pandemia. Em setembro, já velhota, Gli adoeceu e foi internada numa clínica veterinária. Na última sexta-feira, 7 de novembro, a sua morte foi anunciada. Entre as muitas reações públicas está a de Ali Yerlikaya, governador de Istambul, despendido-se da gata que se tornou um ícone de Istambul.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT