Viagens

Já pode pedir o seu Interrail gratuito: e este ano chega a mais pessoas

A iniciativa que oferece o passe de comboios é agora mais vasta do que nunca, para compensar a paragem. É a viagem de uma vida.
Já pode aproveitar.

Percorrer a Europa em comboio, conhecendo capitais e cidades incríveis, explorando museus e experimentando comidas, fazendo amigos de todas as nacionalidades: é, ninguém duvida, a experiência de uma vida. Uma que, para anteriores gerações, se conseguia com poupanças, empregos de verão, ajudas familiares. E que agora pode vir de graça, devido a uma iniciativa da Comissão Europeia.

Tal como a NiT já tinha noticiado, em 2021 está de volta o projeto que oferece passes de Interrail gratuitos aos jovens da Europa. As viagens são para 2022 e as candidaturas já abriram precisamente esta terça-feira, 12 de outubro, durando até ao meio dia do próximo dia 26.

A iniciativa volta a ser da DiscoverEU, a entidade que gere este programa da União Europeia que oferece o passe de comboio a milhares de cidadãos e onde já se pode candidatar. Desta feita, 60.000 jovens europeus têm a oportunidade de explorar a Europa de comboio em 2022, com o relançamento do programa após um ano de pausa forçada em 2020.

Lançada em 2018, a iniciativa da Comissão Europeia de dar o interrail a jovens quando fazem 18 anos foi logo um sucesso imediato. Duas vezes por ano, uma por altura da primavera e outra no outono, começaram ser atribuídos cerca de 15 mil interrails gratuitos como forma de celebrar a entrada dos jovens na vida adulta — e de lhes abrir novos horizontes, culturas e caminhos.

Em 2020, ano da pandemia, não aconteceu o programa de Interrail gratuito. Mas, tal como tinha sido anunciado, o regresso planeado para 2022 promete recompensar, sendo atribuídos desta feita muitos mais passes. E há mais: desta vez são abrangidas mais idades, para não prejudicar quem ficou de fora.

“Nesta ronda, os jovens de 19 ou 20 anos também podem candidatar-se, dado o adiamento da iniciativa devido à Covid-19. O objetivo é promover um sentido de unidade e solidariedade em toda a UE através de viagens transfronteiriças e aprendizagem intercultural. Para serem elegíveis para um passe de viagem, os jovens devem passar num questionário de seis perguntas de cultura geral sobre a União Europeia e sobre outras iniciativas da União Europeia dirigidas aos jovens”, explica a entidade.

Os participantes são encorajados a viajar de comboio de forma sustentável, embora os que vivem em ilhas ou em áreas remotas também possam usar ferries e autocarros ou, em circunstâncias excecionais, viagens aéreas.

Os candidatos bem-sucedidos podem viajar durante um período até 30 dias e terão de o fazer entre março de 2022 e fevereiro de 2023. Uma vez que se continua a desconhecer a evolução da pandemia, serão oferecidas reservas flexíveis a todos os viajantes, através de um novo passe de viagem móvel. A data da partida pode ser alterada a qualquer momento antes da viagem, ou até terminar a validade de um ano.

A próxima ronda de candidaturas está assim aberta aos que nasceram entre 1 de julho de 2001 e 31 de dezembro de 2003, inclusive. Para ser elegível só precisa de ter nascido nos anos estipulados e de ter a nacionalidade de um dos Estados-membros da União Europeia. Também pode concorrer com amigos. 

A DiscoverEU recorda como esta iniciativa tem tido, desde a sua primeira edição, um gigante sucesso. “No período de dois anos de 2018-2019, houve 350.000 candidatos para um total de 70.000 passes de viagem disponíveis — 66 por cento dos quais viajaram pela primeira vez de comboio fora do seu país de residência”, frisa.

Além da viagem, os participantes são convidados a tornar-se Embaixadores do DiscoverEU para promover a iniciativa. São também encorajados a contactar outros viajantes no grupo oficial do DiscoverEU no Facebook para partilhar vivências e trocar dicas, especialmente sobre experiências culturais ou sobre como viajar de forma digital e sustentável.

Todos os participantes são ainda convidados a participar nos encontros do DiscoverEU, online ou presencialmente, logo que seja seguro e possível. Os encontros abordam tópicos como a Europa Digital, o tema DiscoverEU para 2021. Outras atividades incluem conhecer oportunidades de voluntariado e desenvolver um itinerário ecológico e sustentável para jovens viajantes.

Todo este projeto começou a ser primeiro delineado em outubro de 2016, quando o deputado alemão Manfred Weber, presidente do grupo parlamentar dos democratas europeus, apresentou uma proposta ao Parlamento Europeu de oferecer um Interrail a todos os cidadãos nascidos ou legalmente residentes no território da UE assim que fizessem 18 anos. A proposta foi aprovada um ano depois e lançada em 2018.

O passe de Interrail nasceu em 1972 para promover a mobilidade de jovens menores de 21 anos, sendo que, desde 1998, tornou-se utilizável em qualquer idade. Atualmente, é válido em mais de 40 mil destinos, num total de 33 países europeus. Em 2018, a Itália foi o país mais visitado.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT