Viagens

Já pode viajar na carruagem de luxo desenhada por Wes Anderson

O comboio clássico da Belmond recebeu o tratamento vintage e ousado do realizador.
Ele só sabe fazer coisas bonitas

É inegável: Wes Anderson não é apenas um realizador. Há poucos cineastas que conseguem emprestar um toque tão pessoal aos seus filmes — e ao que parece, Anderson não se quer ficar pelo cinema.

O criador de filmes como “O Grande Hotel Budapeste”, “Moonrise Kingdom” ou “The Darjeeling Limited” acaba de assinar a decoração de um dos comboios vintage da Belmond, a empresa responsável por revitalizar carruagens e rotas clássicas como a Venice Simplon — Orient-Express, que une Londres a Veneza, com passagem por diversas cidades europeias.

Com um toque de art déco e art nouveau, Anderson reimaginou uma das carruagens do British Pullman, o comboio de lazer que percorre o território britânico. Ao realizador coube retocar uma das carruagens mais nobres, a da sala de jantar.

“Adoro comboios”, revela o realizador americano de 52 anos. “Tenho tido a oportunidade de criar carruagens para os meus filmes e por isso fiquei contentíssimo ao poder dizer que sim a esta oportunidde real”, explica. “Estou ansioso por poder criar algo novo e participar no processo de conservação que acompanha os projetos Belmond.”

A carruagem é uma relíquia de outros tempos e agora reluz com painéis decorados de madeira nas paredes, padrões de estofos coloridos, um teto de rosa pastel com pequenos detalhes prateados; e uns curiosos frappés de champanhe em forma de cisne.

Tudo isto tem um preço. Um lugar a uma destas mesas tem um preço mínimo de 470€. Anderson criou também mesas mais privadas para quatro pessoas, onde cada convidado terá direito a champanhe ilimitado. A reserva de uma destas mesas custa acima de 2.100€. Se quiser, pode até reservar toda a carruagem com capacidade para 26 pessoas.

Carregue na galeria para ver mais imagens desta carruagem típica de um filme do realizador americano.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT