Viagens

Madrid proíbe visitas em casa e aperta regras de recolher obrigatório

Governo da capital espanhola está a tentar evitar um novo confinamento geral.
Para evitar confinamento.

Com 904 casos por cada 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, e com cada vez mais pessoas internadas em unidades de cuidados intensivos, o governo da região de Madrid apresentou este sábado, 23 de janeiro, um conjunto de novas medidas de restrição. O objetivo é evitar a necessidade de um novo confinamento geral.

Entre as medidas agora adotadas, o destaque vai para a proibição de haver visitas. Ou seja, só podem estar numa casa as pessoas que ali moram. Mas, com mais 42.885 novos infetados em 24 horas em toda a Espanha, de acordo com os dados desta sexta-feira, 22 de janeiro, as medidas não ficam por aqui.

A partir de segunda-feira, passa também a haver medidas mais apertadas de recolher obrigatório, que passa a acontecer uma hora mais cedo, às 22h00. Também os estabelecimentos não essenciais vão ter de fechar às 21h00.

Já nos restaurantes, só será permitido sentar quatro pessoas juntas, não sendo possível juntar grupos com número maior de pessoas. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT