Viagens

Mais de um ano e meio após incêndio, Notre-Dame reabriu com uma surpresa de Natal

De capacete e fato macaco, coro de Notre-Dame voltou pela primeira vez desde as chamas à sua casa.
Foi um momento especial.

Foi a 15 de abril de 2019 que o mundo parou, temendo que o pior acontecesse com a Catedral de Notre-Dame, em Paris, França. Um incêndio devastador ameaçou fazer colapsar algumas das estruturas mais icónicas. Notre-Dame saiu ferida. Mas sobreviveu.

Mais de ano e meio depois, a catedral continua inacessível ao público em geral. As obras e trabalhos de restauro exigem todo o cuidado e atenção aos detalhes. Não é expectável que antes de 2024 a catedral volte a abrir portas como antigamente. Ainda assim, ao jeito de mensagem de Natal, e uma boa notícia neste ano marcado pela pandemia, Notre-Dame voltou por momentos ao seu melhor.

Foi na noite de Natal, num concerto transmitido na televisão francesa à meia-noite, que o coro de Notre-Dame voltou a atuar pela primeira vez na sua casa, desde o devastador incêndio. Apenas maestro, oito cantores, dois músicos e um número mínimo de técnicos marcaram presença no interior do edifício com mais de oito séculos de vida. Tiveram de atuar equipados a rigor, vestidos com os equipamentos de segurança e proteção.

Entre o reportório houve Bach mas também momentos natalícios, como “Silent Night” e até “Jingle Bells”. Pode ver o concerto de cerca de meia hora no vídeo em baixo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT