Viagens

Mansão sobre rodas. Autocaravana mais luxuosa do mundo custa 1,8 milhões de euros

A Elemment Palazzo Superior tem dois andares e destaca-se de todos os veículos do género. Parece uma nave espacial.
É um luxo.

Quando pensamos que já vimos de tudo um pouco, eis que surge uma verdadeira mansão sobre rodas a passear na estrada — e não estamos a exagerar. Não falamos de um novo modelo da Rolls Royce, Lamborghini ou Ferrari, mas sim de uma autocaravana concebida e projetado pela Marchi Mobile, subsidiária da Marchi Holding AG, uma empresa automóvel europeia especializada em veículos promocionais e camiões de cuidados de saúde. 

Poucos devem conhecer a insígnia, mas é responsável pela conceber e produzir a “casa móvel mais luxuosa do mundo”, a Elemment Palazzo Superior. É uma autocaravana de dois andares, mas pode ser facilmente confundida com um submarino ou até mesmo uma nave especial, de tão futurista que é. O inovador veículo combina a inspiração dos automóveis desportivos, da aviação e dos iates para criar uma estética única.

Destinado a viagens extravagantes, inclui uma série de comodidades que, aos olhos de muitos, podem ser vistas como exageradas — assim como o preço. Dependendo das configurações, que podem ser personalizadas, cada autocaravana custa entre dois a quatro milhões de dólares (entre 900 mil e 1,8 milhões de euros) e demora cerca de dois anos a ser construída. 

A Elemment Palazzo Superior tem sido aclamada como a mais cara da atualidade e já foi produzida para mais de 190 países — os milionários não resistem ao design que a transforma numa luxuosa obra-prima sobre rodas. Com 13 metros de comprimento e 2,6 metros de largura, o veículo destaca-se pela (enorme) dimensão e pelo sky lounge, um terraço que emerge do tejadilho graças a um sistema de elevação automático. Quanto às janelas, têm um formato oval e são inspiradas nas vigias dos iates.

Uma das primeiras coisas que irá reparar se vir o veículo é a cabina futurista com um pára-brisas gigante que faz lembrar um olho de inseto e um banco de condutor mais elevado do que o normal. Inspirado nos helicópteros, o cockpit — o comportamento destinado ao piloto de uma viatura — está situado no segundo andar da caravana, dando a sensação que está a voar sobre a estrada. Assim como nas aeronaves, há uma cadeira confortável para o “capitão”, que tem praticamente uma visão de 180 graus à sua volta, e um painel digital de instrumentos de aviação.

O modelo utiliza um método de construção significativamente mais complicado do que o exigido para outras autocaravanas, até porque não há nenhuma com pormenores tão luxuosos como esta, do aquecimento radiante do chão à iluminação ambiente, as zonas de temperatura ajustável e portas deslizantes automáticas.

O interior oferece 60 metros quadrados de espaço habitacional, onde se pode encontrar uma cozinha completa, móveis ajustáveis, chuveiro com efeito de chuva, lareira, um espaçoso lounge, quarto principal com cama king size e, claro, o Sky Lounge. Os elementos mais marcantes da área de estar são um sofá de quatro metros de comprimento, uma prateleira de vinhos e uma máquina de fazer gelo, além de uma enorme televisão de 42 polegadas.

“A planta que criámos é extremamente confortável e foi concebida para poder convidar amigos, mas continuar a ter espaço privado disponível”, explica à CNN Mario Marchi, fundador do grupo e um dos responsáveis pela criação do veículo.

O quarto principal também está cheio de luxos, com um interior “inspirado na história italiana, num estilo veneziano”. É composto por uma “sala de spa”, equipada com um chuveiro de efeito chuva e terapia de luz, tal como encontra nos hotéis de cinco estrelas. Existe, ainda, uma área de vestir, televisão e uma ampla área de arrumação.

O design aerodinâmico da autocaravana de 28 toneladas foi concebido para reduzir o consumo de combustível: apresenta uma eficiência cerca de 20 por cento superior à de um veículo do mesmo tamanho.

A criação da Elemment Palazzo Superior

Originário de Viena, na Áustria, Mario Marchi afirma que nasceu para desenhar automóveis — mas sempre teve a ambição de fazer algo diferente do que era oferecido na indústria, onde muitos veículos têm um design e funcionalidades semelhantes. “Queria criar algo extraordinário e único”, confessa.

O pai, que era proprietário de uma empresa de transportes rodoviários, foi grande impulsionador desta paixão. Marchi começou por conduzir grandes camiões enquanto se dedicava a veículos para exposições, até que fundou grupo homónimo em 2002.

“Continuei a conceber veículos e a personalizar grandes camiões, a construir semi-reboques com extensões de espaço e reboques extensíveis, tentando sempre inovar”, diz. Quando viu um protótipo vanguardista de uma cabina de um camião, do designer de automóveis alemão Luigi Colani — que desenhou veículos futuristas para empresas como a BMW e Volkswagen —, decidiu arriscar numa ideia ainda mais inovadora. Inicialmente, não passou de um “protótipo quase impossível de conduzir”, mas o objetivo era criar um veículo de luxo “com um aspeto e uma condução fantásticos”. 

Em 2005 começou a fazer esboços para a Elemment. Cinco anos depois, construiu o primeiro veículo feito à mão com uma equipa de engenheiros e, em 2012, apresentava o seu primeiro modelo. Desde então, a proposta tem evoluído, quer em termos de design da grelha, aos materiais utilizados ou à linha de produção.

A seguir, carregue na galeria para ver  mais imagens da casa móvel mais luxuosa do mundo. 

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT