Viagens

O atelier de viagens onde três amigos “costuram programas à medida” de cada viajante

Desenham trajetos únicos e exclusivos. Ajudaram Madalena Moniz a planear a sua lua de mel, que incluiu um luxuoso safari.
O safari tem sido o estilo mais procurado no Travel Atelier.

“Gostamos de desafios e de itinerários autênticos e com carácter”. Nesta agência, cada viagem é “uma peça única criada com o objetivo de perdurar na memória dos lugares felizes de quem a experiencia”. Chama-se Travel Atelier e nasceu em março deste ano, fruto da vontade de três amigos que queriam “criar o próprio negócio”.

O nome que escolheram não lhe deve ser estranho. Madalena Moniz, filha da jornalista Manuela Moura Guedes e do diretor-geral da TVI, José Eduardo Moniz, fez questão de divulgar o trabalho do ateliê. Quinze dias depois de casar com João Fezas Vital, rumaram ao primeiro destino da lua-de-mel com a ajuda desta agência. E não, não escolheram as Maldivas nem qualquer outra ilha paradisíaca como paragem de estreia.

Os recém-casados optaram por uma viagem com mais aventura: um safari pelo continente africano. “Tem sido o estilo mais procurado este ano na nossa agência. O casal optou por fazê-lo em privado, podendo usufruir das visitas e dos parques de forma mais livre”, revelou à NiT Filipa Costa, da Travel Atelier.

Apesar de venderem sobretudo luas-de-mel, também organizam viagens de família e de amigos. Quer passar uma semana no Japão com viagem de avião, hotel e seguros incluídos, sem ter de se preocupar com nada? E que tal uma escapadinha até Paris com estadia num hotel de cinco estrelas? Prefere Marrocos ou Albânia?

Quando pensamos em fazer uma viagem — seja curta ou longa — recorremos muitas vezes a plataformas ou negócios que tratem das coisas por nós. Afinal, não há nada melhor do que ir de férias descansado, com tudo organizado segundo os nossos gostos e preferências, mas sem as dores de cabeça que este tipo de planeamento podem provocar.

Numa altura em que os percursos estão tão padronizados, nem sempre temos imaginação ou tempo para pensar num destino diferente dos habituais, e é aí que entra em cena o Travel Atelier. Filipa Costa, de 33 anos, André Gonçalves, de 32, e Isabel Santos, também de 32 anos, já tinham experiência na área quando decidiram juntar-se para apostarem “num nicho mais personalizado” no mercado das agências de viagens. “Sabemos que todos os negócios deste tipo dizem sê-lo, mas nós distinguimo-nos por colocar o conceito em prática”, assegura Filipa.

Os conhecimentos específicos de cada um dos fundadores permitem-lhes construir “programas costurados à medida dos clientes”. Filipa, conta com 12 anos de experiência de planeamento de viagens culturais, e percorreu várias milhas pelos quatro cantos do mundo. O que a move é “a paixão em personalizar cada itinerário”. E, mesmo após uma década a planear viagens, a “entrega e o entusiasmo continuam os mesmos, pois nada melhor do que o desafio de criar a viagem perfeita para cada viajante”.

Já André tem várias experiências além fronteiras na bagagem profissional. Com “dedicação e uma forte influência num segmento de luxo”, procura sempre apresentar a melhor solução de modo a que a vivência  no destino possa ser incrível. Já Isabel “tenta estar a par das novidades e tendências do lifestyle”, de forma a poder partilhá-las com cada cliente e criar momentos únicos. “Personalização e dedicação são as palavras de ordem” de tudo o que faz.

Quem os procura recebe toda a atenção. “Normalmente, entram em contacto connosco através de um email onde pedem um orçamento”, começa por dizer Filipa. E continua: “Contudo, através de um texto escrito, não recebemos outro tipo de informação e há coisas que se perdem”. “Há quem tenha apenas datas definidas e não faça ideia do destino que gostaria de visitar.”

Em todos os casos, um dos três agentes entra em contacto com os clientes, “preferencialmente por videochamada”. Todo o processo é feito utilizando estes mecanismos, já que o “Travel Atelier” é 100 por cento online. “Tentamos perceber quais são os objetivos da viagem, o que querem visitar, o que cada um privilegia — se o conforto e hotéis de luxo, ou conhecer o país e fazer outras atividades”.

Desde o momento em que é pedido o orçamento até à tomada da decisão, o recesso demora, em média, duas semanas. Os  preços das viagens dependem dos pedidos e condições definidas como cliente. “Podem ir dos dois mil euros até ao infinito, como costumo dizer”, diz Filipa em tom de graça.

“Muitas vezes, os casais chegam até nós com a ideia de passarem a lua-de-mel na Indonésia ou na Tailândia. Se depois de uma curta conversa percebermos que não gostam de insetos, este não será o destino ideal para eles, por exemplo.” O planeamento de cada viagem, que é feito com todo o cuidado e personalização, leva tempo. Daí não conseguirem dar resposta a tantos pedidos quanto outras marcas. Ainda assim, Filipa descreve o percurso do negócio até ao momento como “bastante positivo”.

Os próprios clientes também não escondem o contentamento. “Ainda ontem estive duas horas à conversa com uma cliente que tinha acabado de chegar de viagem”. No final, todos referem que a experiência com o Travel Atelier é diferente daquela que já tiveram com outros nomes. “O que nos costumam dizer é que sentem outro tipo de empatia”, revela Filipa. Mas afinal, qual é o segredo?

A empreendedora confessa-nos que tudo se resume ao facto de se colocarem na posição dos viajantes. Pensam em todas as coisas que gostariam que lhes dissessem sobre os destinos, hotéis ou até aos procedimentos que devem seguir para pedirem vistos ou outros documentos, por exemplo. Por isso mesmo, usam a página de Instagram do Atelier para comunicarem de outra forma com potenciais clientes, divulgando dicas e conselhos. Como planear uma viagem, como organizar a mala, ou quais as experiências que devem ser feitas uma vez na vida — são alguns exemplos dos conteúdos que poderá encontrar por lá.

Ainda que os safaris sejam o tipo de viagens mais procuradas na agência, existem outros itinerários igualmente muito procurados. Carregue na galeria para descobrir quais são os destinos tendência deste ano, segundo o Travel Atelier.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT