Viagens

Vai poder viver durante 3 anos por 100 mil euros neste navio cruzeiro

O Villa Vie está cada vez mais perto de se tornar numa realidade. Terá piscinas, restaurantes, ginásio e até spa para animais.
Um luxo.

Largar tudo e partir à descoberta do mundo é um sonho partilhado por muitos. Os mais organizados não se importariam de passar meses a planear uma odisseia épica, com inúmeras viagens de avião pelo meio. Outros imaginam fazê-lo a bordo de um cruzeiro — um desejo ainda mais difícil de concretizar, dada a oferta limitada e acessível a muito poucos.

O MS The World é uma dos navios que leva os passageiros a diferentes partes do globo. Começou a navegar há cerca de 20 anos e é uma embarcação residencial, ou seja, pensada para viagens de longa duração. Cada cabine custa entre 2 e 15 milhões de euros — e estão sempre ocupadas.

Parece que em 2024 haverá uma nova proposta no mercado, pelo menos se tudo correr conforme planeado. A primeira volta ao mundo do Villa Vie arranca a 15 de maio do próximo ano. Os preços das cabines começam nos 100 mil euros: a mais pequena tem até 15 metros quadrados e a maior chega aos 25.

O porto de embarque será o de Southampton, na Inglaterra. Depois disso, vai partir numa viagem de três anos e meio, parando em 147 países, como Brasil, Singapura, Paris, Estados Unidos, Caraíbas, Japão, Austrália, Índia, Portugal (vai parar no Porto), entre muitos outros.

A empresa prevê ter entre 800 e 900 passageiros a bordo a qualquer momento da viagem, adiantou Irina Strembitsky, a diretora da Villa Vie ao “Insider”. A comercialização do cruzeiro começou a meados de setembro e já venderam 50 cabines.

A experiência a bordo será muito semelhante às de outras companhias. Haverá vários restaurantes que se focarão em diferentes tipos de gastronomia, desde a japonesa à brasileira, piscinas para miúdos e adultos, ginásio, um simulador de golfe, um centro médico, espetáculos musicais, concertos e até programas educacionais. Para se diferenciar da competição, o Villa Vie vai ter ainda uma biblioteca, escritórios e um “centro de artes culinárias”, onde vai poder participar em aulas especiais.

Ali, todos são bem vindos, quer seja um viajante a solo ou uma família vasta. E se estiver sempre acompanhado do seu animal de estimação no dia a dia, vai gostar de saber que não terá de o deixar com outra pessoa: o cruzeiro é pet friendly — e até há um resort e um spa para os pets.

O importante é que os passageiros/residentes se sintam confortáveis, e isso reflete-se nos diferentes serviços disponíveis. Além das inúmeras possibilidades de entretenimento a bordo, não vão ter de se preocupar com as aborrecidas tarefas domésticas, como limpar os quartos ou lavar a roupa. A cada duas semanas, haverá uma equipa que tratará de tudo.

Já está entusiasmado? É melhor armar-se de paciência porque ainda não há barco. A startup tenciona alugar uma embarcação “a uma empresa que já tem vários exemplares em funcionamento”, contou Mikael Petterson, o diretor-executivo da Vila Vie, à mesma publicação. Espera receber o navio até ao final deste ano. Afinal, a proposta está feita — só falta mesmo ser aprovada.

“Precisamos assegurar que o fazemos da maneira mais adequada, sem precisarmos recorrer aos depósitos dos clientes”, acrescenta. Petterson não é exatamente um novato na indústria dos cruzeiros residenciais. No passado, trabalhou em empresas como a Sea Cruises e a Storylines, que têm o mesmo conceito (mas com valores mais elevados).

Para alcançar este objetivo, o empresário já juntou dinheiro de vários investidores, empréstimo e de membros do Founders Club. Para entrar neste último grupo, tem de pagar 25 mil dólares (cerca de 23 mil euros). Depois, terá logo uma cabine reservada e acesso a eventos exclusivos nas diferentes paragens do itinerário. Quando o navio estiver na sua posse, vai passar cerca de três semanas a remodelá-lo. Para o fazer, terá de investir “milhões de dólares”.

Caso queira embarcar nesta aventura, mas não esteja a pensar viver no mar, pode sempre alugar um quarto entre 35 a 120 dias. Esta modalidade apenas estará disponível para a viagem que será realizada entre Barcelona e West Palm Beach (Flórida, Estados Unidos). Neste caso, os preços começam nos 4.360 dólares (cerca de 4.100€).

Se pretender residir no barco durante os três anos e meio que irá durar a viagem completa, os valores começam nos 100 mil dólares (aproximadamente 95 mil euros) para uma cabine interior e podem chegar aos 250 mil dólares (237 mil euros) para a tipologia que inclui varanda. As reservas já podem ser feitas online.

A seguir, carregue na galeria e veja mais imagens de como será o cruzeiro Villa Vie.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT