Viagens

O novo hotel na China que tem ursos polares como atração e que está a gerar indignação

Apesar da controvérsia com as organizações de apoio aos animais, já tem as reservas cheias para um período experimental.

Abriu em março, na China, aquele que se considera o primeiro hotel de ursos polares a nível mundial. Situado no parque temático Harbin Polarland, na província de Heilongjiang, o The Polar Bear Hotel está já a ser criticado. 

Como seria de esperar, o motivo pelo qual ativistas e organizações de defesa dos animais estão a criticar o hotel é precisamente pela utilização de ursos polares vivos. De acordo com imagens publicadas por orgãos de comunicação local, será até possível ver os animais numa zona envidraçada, com blocos de gelo artificial e pequenas zonas com água.

A promessa feita pela unidade hoteleira diz que será possível ver os animais a partir de cada um dos 21 quartos.

“Esteja a comer, a brincar ou a dormir, os ursos polares vão fazer-lhe companhia”, explicava uma conta oficial do Harbin Polarland, citada pela “CNN”.

Ainda assim, a porta-voz do parque, Yang Liu, terá garantido à “Reuters” que aquela zona interior é apenas uma parte do espaço destinado aos ursos e que terão até uma área ao ar livre para quando a temperatura e a qualidade do ar permitirem.

ursos polares
Interior do hotel

Entre as vozes mais críticas a este projeto está a da PETA, cujo vice-presidente sénior do grupo de direitos dos animais, Jason Baker, explicou os motivos.

“Os ursos polares pertencem ao Ártico, não a jardins zoológicos ou caixas de vidro em aquários — e definitivamente não a hotéis. Os ursos polares são ativos durante 18 horas por dia na natureza, percorrendo distâncias que podem ultrapassar milhares de quilómetros, onde desfrutam de uma vida real.”

A estadia neste hotel varia entre cerca de 243€ e 295€ por noite e a procura foi tão grande que os responsáveis dizem que já estarão completas as reservas para uma período de teste.

Fundado em 2005, o Harbin Polarland diz ser o primeiro parque de diversões para artes performativas polares. Curiosamente, esta não é a primeira vez que um incidente deste tipo acontece na China, uma vez que em 2016, em Guangzhou, foram vários os críticos de todo o mundo depois de divulgadas imagens de um urso polar deitado junto a uma zona envidraçada de um centro comercial.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT