Viagens

O novo teatro que está a ser construído no World Trade Center tem mão portuguesa

O Perelman Performing Arts Center deve abrir no final de setembro. A empresa LSI Stone produziu a fachada do novo edifício.
Vai ser inaugurado em setembro.

Já há algum tempo que Manhattan, em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América, precisava de um espaço que reunisse, num só lugar, teatro, dança, música e ópera. O Perelman Performing Arts Center (PAC), que deverá ser inaugurado no World Trade Center em setembro, está a ser construído para preeencher esta lacuna.

O nome do novo centro de artes é uma homenagem a um dos maiores mecenas do projeto, Ronald O. Perelman. Além dos espetáculos de música, teatro, ópera e dança, o edifício terá um bar, um terraço e um restaurante liderado pelo aclamado chef Marcus Samuelsson.

Contudo, o grande destaque do Performing Arts Center é a arquitetura (e a localização). Inserido no complexo do World Trade Center, ficará em frente ao Memorial do 11 de Setembro, e a estrutura em forma de cubo com 42 metros de altura será coberta por mármore português.

A LSI Stone, empresa com sede em Leiria, foi escolhida para criar o revestimento exterior do imóvel. A “pele do edifício” será feita em placas de mármore muito finas, e vai permitir que a luz entre durante o dia num espaço sem janelas. À noite, a área pode ser iluminada pela luz proveniente do interior.

No total, serão utilizados 5 mil painéis de mármore que foram extraídos e cortados em Portugal, que foram depois acabados com vidro em França, antes de serem montados na forma final na Alemanha. A empreitada é considerada como uma “ode à Europa”.

“É muito gratificante vermos a qualidade da nossa produção e das nossas matérias-primas reconhecidas fora de portas e é particularmente inspirador temos a nossa marca associada a uma obra de referência e com tanto significado, não só para o povo americano, mas também para o mundo”, refere Regina Vitória, diretora-geral da LSI Stone, citada pela “Rede Mulher Líder”.

A escultura cúbica de mármore translúcido é dotada de tecnologia ponta de suporte às artes e espetáculos nas mais variadas áreas — teatro, dança, música e outros eventos culturais. As apresentações no palco, por exemplo, podem ser vistas através de realidade virtual e aumentada. 

O John E. Zucotti Theatre, com capacidade para 450 pessoas, o Mike Nichols Theater, com espaço para 250, e o Doris Duke Theatre, com capacidade para 250 pessoas, são os três palcos principais do novo centro de artes. Contudo, existe uma particularidade interessante: os teatros são flexíveis. As paredes dos três auditórios podem ser movidas, criando assim 11 espaços diferentes, cuja capacidade irá variar entre os 99 e os 950 lugares.

O centro estará dividido em três andares. No primeiro piso, o público pode aproveitar para beber ou comer alguma coisa. O segundo andar é dedicado às salas de ensaios e aos camarins e os palcos ficam no terceiro piso.

O enorme cubo terá ainda uma longa escadaria no exterior onde os visitantes se poderão sentar com vista para o Memorial do 11 de Setembro.

De seguida, carregue na galeria para ver as imagens do projeto do Perelman Performing Arts Center.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT