Viagens

8 trilhos e percursos pedestres incríveis na Beira Baixa para fazer no verão

Esqueça lá a praia. O interior tem várias as rotas e caminhos ao ar livre para o ajudar a aproveitar o calor.
Georota do Orvalho, com cerca de nove quilómetros.

Se houve algo de bom que a pandemia nos trouxe foi, sem dúvida, o aumento da prática desportiva e de atividades ao ar livre. Numa altura de grande incerteza, há uma necessidade ainda maior de treinar para preservar a nossa saúde mental. E esta icónica expressão nunca fez tanto sentido: “mens sana in corpore sano” (em português: uma mente sã num corpo são).

A proposta para este verão é mesmo esta: caminhar para fugir do stress do quotidiano. Com isso em mente, a Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa preparou vários roteiros que vai querer cumprir, sempre com todos os cuidados e segurança. A região delineou os melhores percursos e trilhos pedestres para fazer sozinho ou em companhia.

São 700 quilómetros de rotas e trajetos que estão agora disponíveis num portal online. Existem inúmeras opções divididas por escalões de dificuldade e duração, bem como uma pequena descrição do próprio percurso e da distância (em quilómetros) que vai ter de percorrer. Para se orientar em cada local (e não se perder), o site disponibiliza também um track GPS do caminho e uma brochura com informações úteis sobre esse roteiro.

Existem cerca de cinquenta alternativas, para todos os gostos e preferências. Os visitantes podem optar pelos passadiços do Orvalho no Geoparque Naturtejo, em Oleiros, pela zona da praia fluvial de Alvito da Beira, na Rota dos Recantos e Encantos ou até pela Rota da Gardunha, em Castelo Branco.

Carregue na galeria e veja algumas das sugestões que a NiT escolheu.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT