Viagens

A partir de novembro, viajantes vacinados já vão poder entrar nos Estados Unidos

A novidade foi anunciada nesta segunda-feira, 20 de setembro, por Jeff Zients, o chefe da equipa de combate à pandemia da Covid-19 da Casa Branca.
Já pode ir de férias para os Estados Unidos.

As restrições de combate à Covid-19 estão a ser cada vez mais aliviadas e as viagens internacionais estão-se a tornar mais fáceis, ou pelo menos mais abertas. Os Estados Unidos anunciaram esta segunda-feira, 20 de setembro, que todos os viajantes internacionais vacinados vão poder entrar no país desde que tenham um certificado da vacinação completa bem como de um teste negativo realizado até três dias antes da sua apresentação.

A novidade foi revelada por Jeff Zients, o chefe da equipa de combate à pandemia da Covid-19 da Casa Branca. Durante uma conferência de imprensa virtual revelou também que todos os viajantes que apresentarem estes dois comprovativos não terão de entrar em quarentena.

As medidas de restrição dos Estados Unidos já há muito que andavam a ser criticadas por países da Europa e pelo Reino Unido, visto que nestes territórios a taxa de vacinação é muitas vezes superior àquela dos EUA. Outro motivo de críticas foi o facto de cidadãos de outros países com maior número de casos poderem entrar no país.

Contudo, enquanto uns decidem vacinar-se, outros decidem o contrário. Com isso em conta, Jeff Zients afirma que Joe Biden decidiu que todos os cidadão não vacinados terão de ser testados um dia antes do seu voo, tanto na viagem de ida, como na de volta.

Desde o início da pandemia já morreram mais de 690 mil pessoas com o vírus nos EUA. Numa altura em que as restrições começaram a ser diminuídas, a variante Delta começou a fazer-se sentir no país.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT