Viagens

Festa de Passagem de Ano do Rio de Janeiro, uma das maiores do mundo, foi cancelada

A prefeitura da cidade brasileira anunciou este domingo o cancelamento. "Sem vacina", diz ser impossível.
A festa costuma ser épica.

É um dos maiores eventos do ano em todo o mundo; e com 2020 ainda em julho, acabou de ser desmarcado. A prefeitura da cidade brasileira do Rio de Janeiro anunciou este domingo o cancelamento da festa de Réveillon que aconteceria na passagem deste ano para 2021, por causa da pandemia de Covid-19.

A informação foi divulgada pela Riotur, empresa pública responsável pela organização de eventos e turismo na cidade do Rio de Janeiro, numa nota citada pela agência “Lusa“. Segundo os responsáveis, a celebração “não é viável neste cenário de pandemia sem a existência de uma vacina”.

O comunicado também informa que uma nova proposta para celebrar o Ano Novo será apresentada pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, nos próximos dias.

Na passagem de 2019 para 2020 quase três milhões de pessoas acompanharam a festa de Réveillon na praia de Copacabana, local onde se realizada um tradicional fogo-de-artifício na capital carioca.

Recentemente, a cidade de São Paulo anunciou também o adiamento do seu Carnaval, apontando para que aconteça em maio de 2021.

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo número de infetados e de mortos (mais de 2,3 milhões de casos e 85.238 óbitos), depois dos Estados Unidos.

A pandemia de Covid-19 já provocou cerca de 640 mil mortos e infetou mais de 15,8 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT