Viagens

Passetto di Borgo: a passagem secreta que liga o Vaticano ao Castelo de Sant’Angelo

Foi construída em 1277 e chegou a ser utilizada por Alexandre VI para se esconder dos ataques à cidade.
Tem 800 metros de extensão.

Foi, em tempos, a passagem secreta por onde fugiam os papas que se encontravam em perigo, como aconteceu com Alexandre VI, em 1494, quando o rei de França, Carlos VIII, invadiu a cidade. O Papa percorreu os 800 metros de comprimento para se refugiar no Castelo. Ou quando o Papa Clemente VII escapou, em 1527, dos ataques de Carlos V e procurou refúgio no castelo

É um dos países mais ricos do mundo, abriga as mais valiosas coleções de arte e documentos e é um dos locais mais visitados por turistas. É também um lugar cheio de segredos e pequenas curiosidades. Uma delas é o “Passetto di Borgo”, uma passagem secreta utilizada pelos papas que queriam escapar do perigo.

Se é fã assíduo do escritor norte-americano Dan Brown, provavelmente já folheou as páginas do livro Anjos e Demónios, uma ficção que transforma o Vaticano num cenário cheio de conspirações. Foi precisamente ao visitar o pequeno corredor secreto que liga o Vaticano ao Castelo de Sant’Angelo que o escritor se inspirou para escrever o best-seller. 

Apesar da maior parte dos acontecimentos do livro serem do imaginário de Dan Brown, a passagem secreta existe mesmo e pode ser percorrida. Não tem 400 metros de extensão nem chega até à biblioteca privada do Papa, como refere no best-seller, mas é um percurso de 800 metros que o leva até perto da residência pontifícia, por cima da atual sede dos correios vaticanos. 

O “Passetto di Borgo” é um corredor que passa por cima de Borgo e liga o Palácio Apostólico do Vaticano ao Castelo Sant’Angelo. Foi construído em 1277 pelo papa Nicolau III, que reutilizou partes da muralha construída pelo rei ostrogótico Tótila, durante a Guerra Gótica, que aconteceu entre os anos 535 e 554.

Foi, em tempos, a passagem secreta por onde fugiam os papas que se encontravam em perigo, como aconteceu com Alexandre VI, em 1494, quando o rei de França, Carlos VIII, invadiu a cidade. O Papa percorreu os 800 metros de comprimento para se refugiar no Castelo. Ou quando o Papa Clemente VII escapou, em 1527, dos ataques de Carlos V e procurou refúgio no castelo.

No final do século XVI, a sua função defensiva acabou por diminuir, mas continua a ser uma passagem que suscita interesse a todos os que passam por lá. Isto porque, uma das lendas mais curiosas sobre a passagem secreta, é que o Papa Alexandre VI a usava para chegar às casas onde conheceu as suas amantes. Desta história, nasceu uma crença: se um homem caminhar 77 vezes para a frente e para trás ao longo dos 800 metros do Passetto, pouco mais de 60 quilómetros, conseguem recuperar a sua masculinidade perdida.

Ao longo dos séculos, foi modificado e renovado várias vezes e por diversos papas, incluindo Nicolau V, Sisto IV e Alexandre VI. Séculos depois de ser construída, foi cedida à República Italiana em 1990 e restaurada na viragem do século. 

Do lado exterior, parece apenas uma parede, podendo até ser confundida com uma fonte de água. Por dentro, é um longo túnel que fica a cerca de 10 metros de altura.  A maior parte desta passagem secreta tornou-se acessível ao público a partir de 2013, devido a um acordo bilateral com o Vaticano, mas o estreito corredor só está aberto a visitantes durante um tempo limitado no verão

Como lá chegar

Mesmo não estando sempre aberto ao público, pode sempre aproveitar para dar uma vista de olhos, caso vá a Roma. Se partir de Lisboa, encontra bilhetes de ida até à capital italiana desde 40€. Com partida do Porto, há voos a partir de 29€.

Quando aterrar em Roma, terá que apanhar o metro até Roma Termini, a estação central da cidade. Depois, é só entrar no metro que o levará até à estação Ottaviano. A partir daí, é só andar cerca de 12 minutos e chegará à passagem secreta, que provavelmente estará com um cadeado para ninguém entrar. 

Carregue na galeria para ver melhor como é esta passagem secreta.

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT