Viagens

Cerca de 500 baleias encalhadas na Austrália, o maior incidente de sempre no país

Pelo menos 380 das baleias-piloto presas numa baía remota da Tasmânia morreram, anunciaram as autoridades de socorro.
E o pior registo de sempre.

É uma verdadeira tragédia ambiental e animal: pelo menos 380 baleias-piloto presas numa baía remota da Tasmânia morreram, apesar dos intensos esforços para tentar salvá-las, informou esta quarta-feira, 23 de setembro, um responsável pelos serviços de socorro.

“Temos um número mais preciso e podemos confirmar que 380 cetáceos estão mortos”, disse o diretor dos Parques Naturais da Tasmânia, Nic Deka, à agência de notícias France-Presse (AFP), citada pela Lusa.

Segundo o “Sapo 24“, a citar a agência portuguesa, mais baleias-piloto foram encontradas esta quarta-feira encalhadas na costa australiana, aumentando o total estimado para quase 500, o maior incidente do género registado no país.

As autoridades já tinham iniciado operações para salvar sobreviventes entre as cerca de 270 baleias encontradas na segunda-feira numa praia e em dois bancos de areia, perto da remota cidade de Strahan, na costa oeste, no estado insular da Tasmânia.

Outras 200 baleias encalhadas foram depois avistadas do ar, a menos de dez quilómetros a sul, disse o gestor de Parques e Serviços de Vida Selvagem da Tasmânia, Nic Deka. A Tasmânia é a única zona da Austrália propensa a encalhes em massa, embora também ocorram por vezes no continente australiano.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT