Viagens

As pistas de gelo e o incrível Natal de Nova Iorque estão de volta

A famosa Aldeia de Inverno abre esta sexta-feira, com novos cuidados; o ringue do Rockefeller também estará a ser preparado.
Bryant Park.

São algumas das imagens mais icónicas do Natal: presentes em dezenas de filmes ao longo dos anos, no imaginário de milhares de pessoas, nas memórias de quem já teve a sorte de por lá passar. Os ringues de patinagem de Nova Iorque, as suas árvores gigantes e todo o ambiente vibrante da cidade que nunca dorme são já um verdadeiro símbolo da época mais mágica do ano.

A Aldeia de Inverno de Bryant Park em Nova Iorque, ou um dos pontos altos da forma incrível como Manhattan vive o Natal, não tem parado por nada desde que começou há 19 anos, e não parece ser uma pandemia que a vai travar.

Por causa do coronavírus, já todos começamos a perceber, o Natal de 2020 vai ser diferente a muitos níveis: além daquilo que nos deverá mais custar, ou seja, a possível ausência de reuniões de amigos e família, há milhares de eventos, mercados e festejos em todo o mundo que, este ano, simplesmente não vão acontecer.

Porém, a Bryant Park Winter Village vai realizar-se. A partir desta sexta-feira, 30 de outubro, e até 7 de março, os visitantes podem ali encontrar as lojas estilo barraquinhas ao ar livre, com dezenas de presentes, comida deliciosa e atividades de inverno, ainda que tudo pautado pelas novas regras face à pandemia.

Por exemplo, este ano os visitantes terão de usar máscaras em todo o lado, manter o distanciamento, e todas as superfícies que implicam toque serão limpas e higienizadas regularmente. Mas mesmo assim, muitas das atividades favoritas estarão disponíveis e isto inclui o The Rink, o único ringue de patinagem com entrada gratuita em Nova Iorque.

Este ano não há tenda ou parte coberta estilo bolha, todas as atividades e espaços do ringue serão descobertos e ao ar livre, e tudo tem de ser feito com antecedência e reservado online.

Também vai haver limites ao número de patinadores e todos os equipamentos e superfícies estarão a ser, garante a organização, constantemente desinfetados.

O mercado ao ar livre também foi reorganizado para ter menos lojas, para permitir o distanciamento social, e estará aberto diariamente até 3 de janeiro, com uma mistura de comerciantes novos e antigos. Também estará em exibição um Small Business Spotlight, dando a quatro pequenas empresas (cujos proprietários são de minorias na cidade), a oportunidade de mostrar seus produtos sem pagar espaço ou lote.

Mais informações sobre os novos protocolos estão disponíveis online e as montagens, bem como a pista, podem ser vistas em tempo real, numa webcam ao vivo.

Para este Natal ser o mais parecido com um ano “normal” possível, só faltava mesmo que o também icónico ringue do Rockefeller Center — o tal que já apareceu em dezenas de filmes — abrisse; e parece que é isso mesmo que vai acontecer.

Vários meios locais avançam esta semana que o The Rink at Rockefeller Center também está programado para abrir, embora não tenha anunciado ainda o seu calendário. O “SecretNYC” avança que o atraso é por uma boa causa, já que os responsáveis estarão mesmo a desenvolver um plano para ser inaugurado com segurança.

View this post on Instagram

Ice skating season, at last. (via @nyclovesnyc)

A post shared by Rockefeller Center (@rockefellercenter) on

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT