viagens

Praias do Rio de Janeiro interditadas devido a novo pico de Covid-19

A ocupação nos cuidados intensivos chegou aos 95 por cento. A medida entrou em vigor este sábado, 20 de março.
As praias não vão receber multidões nas próximas semanas.

As praias do Rio de Janeiro, no Brasil, estão interditadas desde este sábado, 20 de março. A medida surge depois de um aumento de casos na região nas últimas semanas o que levou os cuidados intensivos a registarem uma lotação próxima dos 95 por cento. O objetivo é travar o contágio por Covid-19.

Não é possível entrar nas praias cariocas seja para ir a banhos ou mesmo praticar algum tipo de desporto. “A situação é muito crítica e faço um apelo aos cariocas: é hora de ficar em casa”, disse o prefeito da cidade, Eduardo Paes. Há um ano, o acesso às praias também foi vedado, mas depois levanto caso os banhistas não ficassem muito tempo na areia.

Entre outras restrições, já anunciadas nas últimas semanas, está o recolher obrigatório entre as 23 horas e as cinco da manhã, e o fecho de cafés, bares e restaurantes a partir das nove da noite.

Esta segunda-feira, 22 de março, Eduardo Paes tem uma reunião com uma comissão científica e podem não estar de lado mais medidas de forma a controlar a pandemia na região. Só no Rio de Janeiro, esta sexta-feira, 19, estavam 620 pessoas em cuidados intensivos.

Em todo o país já morreram mais de 287 mil pessoas e foram infetadas mais de 11 milhões.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT