Viagens

Presos no paraíso. Casal em lua de mel fica retido no Sri Lanka e torna-se famoso

A viagem começou no dia 8 de março, antes do fecho das fronteiras. Continuam sem conseguir voltar ao país de origem.
Viagem dura há mais de dois meses.

Michelle e John, um casal norte-americano, casou no dia 6 de março e dois dias depois partiu para uma lua de mel que passava pela Tailândia e pelo Sri Lanka — dias antes da pandemia do novo coronavírus ter fechado várias fronteiras pelo mundo.

O casal começou a viagem no Sri Lanka e é precisamente aí que ainda se encontra. A viagem que deveria durar duas semanas está assim a durar dois meses, noticia o “BuzzFeed”.

“O nosso voo original de regresso foi cancelado. Quando olhámos para outras opções, não havia nada mais curto do que 40 a 50 horas de viagem, e todas as opções eram acima de 2.000 dólares para cada um de nós. Teríamos de viajar com várias escalas e não nos pareceu a opção mais segura, viajar tanto tempo e passar por tantas cidades no início de uma pandemia”, explica Michelle à mesma publicação, indicando que posteriormente a companhia reagendou o voo, que foi depois novamente cancelado.

O casal teve de sair do hotel onde estavam, uma vez que foi fechado devido à pandemia, e arranjar outro alojamento foi extremamente difícil. Além disso, não conseguem fazer as férias que pretendiam. Existem confinamentos obrigatórios e rígidos, que podem durar vários dias, sendo até impedidas as idas ao supermercado.

Quando é possível fazer compras, as filas são extremamente longas, “debaixo do sol e com muita humidade”. Por outro lado, estes confinamentos têm permitido conter a propagação do vírus.

Enquanto o casal lida com toda a pressão de estar preso num país estrangeiro, tentam-se manter positivos e têm feito vídeos no TikTok que se têm tornado virais.

Um desses vídeos chegou às quatro milhões de visualizações. “Escolhemos partilhar a nossa história no Instagram e no TikTok para nos mantermos criativos, e com a esperança de entreter quem esteja a seguir a nossa aventura.”

Ambos conseguiram manter-se em teletrabalho, assim que os dias da lua de mel terminaram, o que lhes tem permitido continuar a pagar a renda em São Francisco, cidade onde moram, as despesas em casa, bem como as despesas no Sri Lanka.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT