Viagens

Primeiro parque imersivo do mundo abre em 2024 — e promete ser assustador

No Immersive Fort Tokyo, todos os visitantes vão ter um papel importante nas histórias das atrações. Será um projeto inovador.
Abre em 2024.

Esqueça os parques temáticos tradicionais, inspirados em personagens da Disney ou no mundo do Harry Potter, com as típicas montanhas-russas e atrações pensadas para os amantes de descargas de adrenalina. No Japão, está prestes a ser inaugurado um conceito diferente de tudo o que já existe. Estamos a falar do Immersive Fort Tokyo, o primeiro parque temático imersivo do mundo.

O complexo de entretenimento Palette Town, em Tóquio, fechou portas na primavera de 2022. O encerramento levou a que o enorme centro comercial VenusFort — famoso por recriar uma antiga cidade italiana, com inúmeros edifícios com colunas, estátuas e fontes, e pelo céu falso que mudava do dia para a noite — fosse desativado.

A interrupção do funcionamento do shopping representou uma perda gigante para a região e seria um desperdício simplesmente destruir tudo. Por isso, a empresa de entretenimento Katana Inc., sediada em Osaka, decidiu dar-lhe uma segunda vida.

Agora, o empreendimento está a passar por uma transformação extraordinária, que vai surpreender os novos visitantes. Com abertura prevista para a primavera de 2024, o Immersive Fort Tokyo promete “oferecer uma experiência única que irá revolucionar a indústria do entretenimento”, com uma série de atrações inovadoras. Ali, os visitantes não vão ser apenas meros observadores — serão convocados a participarem nas histórias e narrativas que se vão desenrolar mesmo à frente deles.

Localizado nas antigas instalações do VenusFort, em Odaiba, o recinto terá 30 mil metros quadrados, que irá acolher 12 atrações exclusivas, restaurantes e seis lojas de souvenirs, assumindo-se como “um destino turístico completo”. 

O parque é inspirado nos espetáculos teatrais interativos que surgiram em Londres nos anos 2000. A decoração interior, por sua vez, será um convite para explorar cenários inspirados nas cidades europeias, para criar uma atmosfera ainda mais imersiva.

O grande responsável por este projeto inovador é Morioka Tsuyoshi, especialista em marketing que participou na recuperação do Universal Studio do Japão, em Osaka. Com este novo espaço, o japonês quer “redefinir a experiência tradicional dos parques temáticos”, transformando os visitantes nas personagens principais.

Uma das principais atrações do Immersive Fort Tokyo será um grande espetáculo de teatro, com a duração de cerca de uma hora. É neste ambiente teatral interativo que os participantes são convidados a fazer parte da história, a testemunhar eventos e a participar em reviravoltas inesperadas. Prepare-se para ser acusado de assassinato ou para ser a única pessoa da sala a conhecer uma informação importante para a narrativa.

Para os mais corajosos, haverá uma atração de terror, que promete deixar o coração bater mais rápido. Um dos restaurantes do local também será palco de um espetáculo interativo exclusivo e promete oferecer “uma experiência gastronómica nunca vista”.

Ainda não foram revelados mais detalhes sobre as atrações, que irão provocar muita “alegria, gritos, excitação e emoção”, garantem os responsáveis. “Um dia aqui não será apenas extraordinário, será algo dramático e toda a sua vida vai mudar”, anunciaram nas redes sociais.

Como lá chegar

Odaiba, o local onde será inaugurado o parque, é uma ilha artificial que se tornou uma grande atração turística em Tóquio, conhecida pelas suas vistas panorâmicas, pelo Museu de Arte Digital e uma coleção de atrações futurísticas e peculiares. Dizem, até, que é um paraíso de compras e entretenimento, cuja construção começou no final do século XX. Conta com réplicas da Estátua da Liberdade e da praia de Tóquio.

Para lá chegar, deverá apanhar o comboio que parte da estação Shimbashi, que fica a cerca de 20 minutos de carro do aeroporto de Haneda. Se partir de Lisboa, encontra bilhetes de ida e volta desde 927€.

A seguir, carregue na galeria para conhecer melhor a ilha artificial e as primeiras imagens do projeto. 

ver galeria

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT