Viagens

Proposta da easyJet para desbloquear as viagens: testes gratuitos aos passageiros

O diretor da companhia em Portugal defende que esta pode ser a solução para uma maior liberdade de movimento das pessoas.
Uma proposta revolucionária.

É uma proposta que, se for implementada, pode mudar completamente o rumo do sector da aviação na pandemia. O diretor da easyJet para Portugal defendeu esta sexta-feira, 26 de fevereiro, que em vez de se proibirem as viagens, a primeira ferramenta de combate à pandemia devem ser os testes. E defende ainda que, no que diz respeito às viagens de avião, os testes devem ser gratuitos para os passageiros.

Em declarações à “Lusa”, citada pelo “Jornal Económico”, José Lopes diz que “deve dar-se primazia à utilização de testes confiáveis, acessíveis e rápidos em vez de proibições ao direito de viajar”. O responsável defende ainda que “não é aceitável que os passageiros tenham de suportar o custo de um tipo de teste, que é, muitas vezes, mais caro do que a própria viagem”.

José Lopes mostrou-se ainda contra as quarentenas a que estão sujeitos muitos dos passageiros após as viagens de avião, sublinhando que “não é justo” sujeitar a quarentena as pessoas que, para poderem viajar, já apresentaram um teste negativo para a presença de coronavírus.

O mesmo responsável propôs ainda regras especiais para pessoas que já tenham completado a vacinação contra a Covid-19. José Lopes defende que quem já foi vacinado deve ser dispensado de apresentar testes, fazer quarentena ou estar sujeito a outro tipo de restrições. “A vacinação, não devendo ser um pré-requisito para viajar, deve ser utilizada para auxiliar a este reinício das viagens aéreas”, defendeu, em declarações à “Lusa”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT