Viagens

Os suecos querem construir um navio de carga movido a energia eólica

O mundo dos consumidores já está preparado para novas formas de energia, enquanto o comercial não quer ficar para trás.
O futuro vai passar por aqui.

O futuro da mobilidade e da energia vai passar pelas energias renováveis — e disso poucas pessoas têm dúvidas. O vento é uma das formas de energia renovável que tem ajudado os países a reduzir a dependência de combustíveis fósseis para gerar energia. Nesse sentido, os suecos querem aproveitar-se desta forma de energia para construir um navio de carga transatlântico que seja movido pelo vento.

No caso da energia criada através do vento, também conhecida como energia eólica, que transforma a energia do vento em energia útil para produzir eletricidade, é uma forma de aproveitar esta produção para uma atividade importante a nível mundial e que permitirá poupar o meio ambiente. Ainda assim, a produção de energia eólica necessita de muito tempo e de energia para construir toda a infraestrutura necessária.

Um grupo de engenheiros suecos pensou em colocar uma espécie de parapente, para apanhar o vento e permitir que os veículos se movimentem apenas pelo vento —  utilizando um navio de carga transatlântico.  O escolhido foi uma embarcação que tem a capacidade de carregar até 7 mil veículos e com esta tecnologia reduzir as emissões em 90 por cento, simplesmente por ser movimento pelo vento.

O consórcio de investigadores suecos pertencentes ao Instituto Real da Tecnologia de Estocolmo aliaram-se aos designers Wallenius Marine para criar este navio especial, dando o nome de “wind Powered Car Carrier”, que em, português, significa algo como transportador de carros movido pelo vento. A informação foi dada pelo “The Next Web“, e os responsáveis esperam ter o projeto pronto até 2024 — e que ainda haja vento nessa altura. 

Ainda assim, nem tudo é positivo. Atravessar o Oceano Atlântico ainda vai demorar o dobro do tempo, sendo que os navios de carga demoram normalmente sete dias e esta embarcação demoraria 12 dias a chegar ao destino final. Por razões de segurança, para entrar e sair do porto, o barco não tem motores adicionais, o que faz crer que o barco deve ter motores elétricos. Em termos de medidas, terá 200 metros de comprimento, 40 metros de largura e 100 metros de altura.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT